Notícia

Fé e tecnologia: aplicativos ajudam a manter as orações em dia

Veja como a tecnologia ajuda a aproximar os jovens da religião

"O aplicativo foi a forma que encontrei de intensificar a minha rotina de leitura da Bíblia. Leio no intervalo do trabalho e da faculdade, no ônibus" - Letícia Gomes, estudante de direito
"O aplicativo foi a forma que encontrei de intensificar a minha rotina de leitura da Bíblia. Leio no intervalo do trabalho e da faculdade, no ônibus" - Letícia Gomes, estudante de direito
Foto: Ricardo Medeiros

Em tempos cada vez mais tecnológicos, o celular virou, para muitos, um parceiro inseparável. Ligações, mensagens, vídeos, fotos, redes sociais, religião. Não, você não leu errado. Há quem use o telefone para manter a religiosidade em dia e para compartilhar um pouco da sua fé com os amigos.

Ali, na palma da mão, é possível encontrar uma infinidade de aplicativos religiosos, que vão da bíblia on-line até programas que auxiliam na meditação e na prática do budismo.

Evangélica, Letícia Hellen Gomes, de 20 anos, aderiu há dois anos à prática de ler a Bíblia pelo celular. “Comecei pela praticidade de poder ler em qualquer lugar, sem ter que carregar a Bíblia. Fui criada na igreja e sempre li a Bíblia”, conta a estudante.

Ferramenta

Apesar disso, ela diz que não abriu mão do livro religioso. O celular é só mais uma ferramenta para se conectar com Deus.

“Para o culto, faço questão de levar a Bíblia, mas o aplicativo foi a forma que encontrei de intensificar a minha rotina leitura dos textos. Uso no intervalo entre a faculdade e o trabalho, no ônibus. E tenho os versículos do dia sempre na mão”, afirma.

Compartilhar um versículo, o pensamento de um santo, uma leitura bíblica. Tudo isso é válido para propagar a religião, mas é preciso alguns cuidados. Para o Padre Roberto Camillato, do Santuário Basílica de Santo Antônio, em Vitória, é necessário separar o interesse individual do interesse coletivo.

“Os aplicativos são muito bem-vindos para uma orientação, mas aquilo que for privado deve ficar só para você. Às vezes, aquele problema pelo qual você buscou orientação não deve ser exposto em uma rede social. Celular é algo muito pessoal, devemos usar com prudência e equilíbrio”, orienta o sacerdote.

O padre, no entanto, não se mostra contrário à utilização de aplicativos religiosos. “Quando é algo que interessa a todos, que pode ajudar um amigo, é legal compartilhar a frase de um santo, um versículo da bíblia, uma leitura”, diz.

Já o pastor Júnior Fanticelli se diz um defensor dos aplicativos e é completamente favorável ao uso da tecnologia na religião. “Acho que a tecnologia vem para agregar. Hoje algumas igrejas já têm aplicativo para repassar as informações aos fiéis. Há grupos de fiéis também no WhatsApp. Tudo que servir para nos aproximar de Deus e dos irmãos é válido”, opina ele.

Fé nos aplicativos

Católico Orante

O app traz orações offline em Português e Latim para serem lidas. Há novenas, orações próprias para santos, orações comuns e outras para ocasiões específicas.

O Santo Terço

O aplicativo permite que você acompanhe o rosário vendo imagens de cada mistério

Liturgia diária católica

As leituras, salmos e evangelhos de todos os dias da semana disponíveis na palma da mão

Bíblia On-line

O aplicativo emite lembretes para a leitura da Bíblia e seleciona um capítulo do livro por dia para você compartilhar com os amigos

Frase de Santos

Mais de 300 frases de santos da Igreja Católica para você se edificar e compartilhar com os amigos

iMissa

Por ele é possível visualizar a liturgia diária, aprender novas orações, ler a Bíblia, descobrir qual é o santo do dia e conhecer sua história. Além disso, você pode separar um tempo de seu dia para se aproximar mais de Deus ouvindo o podcast “Tempo com Deus”

Meditação Adventista

Facilita o acesso aos textos da Meditação Adventista. Com ele é possível realizar a leitura de três textos diários de base bíblica para meditações voltadas a adultos, jovens e o público feminino

Palavras de Buda

Agrega mais de 150 pensamentos budistas capazes de mudar a forma de como enxergamos o mundo. Em seu catálogo, há também mais de 100 provérbios (koans) do zen budismo e uma pequena biografia do Buda com uma leve introdução ao budismo e suas principais correntes

Ver comentários