Notícia

Lentes de contato: cuidado com seus olhos

O uso incorreto do acessório pode levar até à perda da visão, alertam os especialistas

Lentes de contato
Lentes de contato
Foto: Reprodução

Recentemente, o caso de uma idosa que tinha 27 lentes de contato perdidas dentro do olho repercutiu no mundo todo. A mulher, de 67 anos, foi internada para fazer uma cirurgia de catarata e surpreendeu os médicos, no Reino Unido. Acabou servindo de alerta a todos as pessoas que utilizam lentes de contato.

O mau uso desses acessórios pode gerar sérios problemas nos olhos e levar, em uma situação extrema, à perda da visão.

Segundo o jornal inglês que relatou a história, a idosa tinha uma visão mais fraca no olho direito e olhos mais profundos, o que pode ter contribuído para o alto número de lentes retidas.

Especialistas dizem que o caso é muito raro, mas acontece. “Já atendi a uma idosa que ficou quatro meses com a lente de contato perdida dentro do olho. Ela reclamava de dor, estava com o olho todo vermelho. Quando levantei a pálpebra, a lente estava lá”, conta o oftalmologista Caetano Bellote, do Núcleo de Oftalmologia do Hospital Metropolitano.

Quando a lente sai do lugar, o normal é a pessoa logo perceber. “Costumamos receber pacientes reclamando que perderam a lente dentro do olho. Quando vamos checar, na maioria das vezes, a lente já saiu e ele não percebeu, mas de tanto mexer no olho, acabou causando uma irritação”, diz a oftalmologista Thayse Sperandio, do São Bernardo Hospital, em Colatina.

Incômodo

A lente pode dobrar dentro do olho. A maioria das pessoas percebe porque incomoda muito, causa dor, secreção
Caetano Bellote, oftalmologista

Segundo Bellote, pode ocorrer de a lente se dobrar. “A maioria percebe porque incomoda muito, causa dor, secreção”, frisa.

Os cuidados com a lente passam mais pela manutenção adequada. “Tem que usar no tempo indicado pelo fabricante, manuseá-la sempre com as mãos limpas e guardá-la na solução própria para lentes, que é antibacteriana”, diz o médico.

Não se deve nunca limpar as lentes com água. “A água de torneira tem uma bactéria que é muito perigosa, que causa um a infecção grave e difícil de tratar. Ela pode, inclusive, levar à perda da visão se não for bem tratada”, ressalta Thayse.

Outra recomendação é nunca dormir com as lentes. “As chances de infecção nos olhos aumentam em 50% quando a pessoa dorme com as lentes”, destaca Thayse.

A utilização incorreta do acessório, diz ela, a longo prazo também pode trazer complicações: “Há casos de pessoas que passam a desenvolver alergia à lente ou ao produto de limpeza de lentes”.

Para evitar qualquer problema, o melhor mesmo é buscar um profissional ao menor sinal de que algo não vai bem com seus olhos. “Não pode insistir em colocar lente em um olho que não está bem. Em caso de vermelhidão, dor, procure um médico para ver o que está acontecendo”, orienta a oftalmologista.

Cuidados ao usar lentes

Tirar na hora de dormir

Há no mercado opções de lentes que permitem que as pessoas durmam com elas. Mesmo assim, os médicos não recomendam esse hábito, pois isso aumenta muito o risco de infecção.

Respeitar prazo de validade

Não adianta querer economizar. O certo é jogar fora as lentes depois do prazo vencido, mesmo que ainda não estejam incomodando. Quando a lente é usada além do prazo de validade, costuma ressecar, perder as características. Além disso, começam a juntar resíduos que impedem a passagem de oxigênio e aumentam as chances de infecção.

Lavar as mãos ao manusear

Lave bem as mãos com água e sabão antes de tirar ou colocar as lentes nos olhos. E se a lente caiu no chão, descarte na mesma hora! Mesmo limpando-a bem, é grande a chance de contaminação.

Fazer a limpeza correta das lentes

É proibido lavar as lentes com água de torneira, que possui uma bactéria extremamente nociva aos olhos. Use soro fisiológico ou, como mais indicado, utilize a solução específica para limpeza, vendida em farmácias, já que ela contém agentes antibacterianos e ainda mantém a lente hidratada. Guarde o acessório no estojo contendo esse líquido. Retire uma das lentes, coloque-a na palma da mão, pingue a solução e esfregue com delicadeza a lente. Assim, você ajuda a remover a sujeira.

Fazer a limpeza do estojo de lentes

Também é recomendável lavar com frequência com água e sabão o estojinho, para eliminar a sujeira que fica impregnada. De tempos em tempos, é bom fervê-lo também.

Não insistir se o olho estiver irritado

Se você sentir os olhos arderem, doerem ou se eles estiverem vermelhos, irritados, suspenda o uso e fique sem a lente. Coloque seu óculos de grau e procure um especialista para ver o que está acontecendo. Jamais use lentes com os olhos irritados ou com secreção.

Ver comentários