Notícia

"É preciso maior fiscalização por parte das empresas do setor de extração de rochas no Espírito Santo"

A afirmação é do tecnologista da Fundacentro-ES, Antonio Carlos Garcia Junior

Trabalhador perfura a rocha sem utilizar máscaras de proteção, em pedreira do Interior de Cachoeiro
Trabalhador perfura a rocha sem utilizar máscaras de proteção, em pedreira do Interior de Cachoeiro
Marcelo Prest

Desde o último domingo o jornal A Gazeta acompanha, na série especial do jornalista Patrik Camporez, a realidade no setor de extração de rochas no Espírito Santo. Em uma discussão sobre o assunto na Rádio CBN Vitória, o tecnologista da Fundacentro-ES, Antonio Carlos Garcia Junior, defendeu que é necessário uma maior fiscalização por parte das empresas do setor sobre o trabalho dos funcionários da área.

"Eliminar o risco de morte é algo mais do que fundamental para garantir a segurança dos trabalhadores", explicou. Ainda segundo o especialista em segurança do trabalho também é importante que as empresas invistam na capacitação recorrente desses profissionais, a fim de se evitar o risco de acidentes.

Confira, na íntegra, ao debate do assunto!

Ver comentários