Notícia

Em um pouco mais de meia década, 1,2 mil animais marinhos foram reabilitados no Estado

Levantamento é do Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram)

Fred na praia de Capuba, na Serra
Fred na praia de Capuba, na Serra
Foto: Reprodução/Facebook Ipram

Nos últimos seis anos, mais de 1,2 mil animais entre aves, tartarugas e alguns mamíferos de maior porte já passaram pela costa capixaba e necessitaram de algum tipo de tratamento. O levantamento é do Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram). A maior parte dos animais resgatados é formada por pinguins, de acordo com o médico veterinário e diretor presidente do Ipram, Luis Felipe Mayorga, em entrevista à Rádio CBN.

Serviço

Se um animal marinho for encontrado encalhado vivo ou morto nas praias do Espírito Santo, o resgate é feito pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Petrobras e o telefone para acionamento é 0800-039-5005. Se a carcaça estiver em boas condições, será encaminhada ao Ipram para exame necroscópico e identificação da causa do óbito. Se o animal estiver vivo, será encaminhado ao centro de reabilitação do Iema (Instituto Estadual de Meio Ambiente)/Ipram para tratamento.

Ver comentários