Notícia

Três milhões de jovens, por ano, não frequentam a escola no país

Quando o ano de 2017 acabar, cerca de um quarto dos jovens de 15 a 17 anos - um contingente de 2,8 milhões de pessoas - não terão se matriculado no início do ano, abandonarão seus estudos durante o ano letivo ou simplesmente terão sido excluídos da escola pela reprovação

Quando o ano de 2017 acabar, cerca de um quarto dos jovens de 15 a 17 anos – um contingente de 2,8 milhões de pessoas – não terão se matriculado no início do ano, abandonarão seus estudos durante o ano letivo ou simplesmente terão sido excluídos da escola pela reprovação. E a situação é mais alarmante: apenas pouco mais da metade dos jovens de 15 a 17 anos concluirá o Ensino Médio com no máximo um ano de atraso. Há ainda uma estagnação na matrícula daqueles com idade de 15 e 16 anos nos últimos 15 anos no Brasil. Os dados são de um levantamento do Instituto Ayrton Senna, do Insper, da Fundação Bravo e do Instituto Unibanco. Mirela de Carvalho, gerente de Gestão do Conhecimento, aponta as causas para o problema e os desafios da edução.

Ver comentários