Notícia

Economia: entenda a polêmica da "regra de ouro"

Nos últimos dias o noticiário econômico tem destacado a polêmica em torno da proposta de flexibilização da chamada “regra de ouro”. A regra está prevista na Constituição Federal e determina que as operações de crédito da União não podem ser maiores que as despesas de capital (essencialmente investimentos).

Isso serve para evitar que o governo aumente sua dívida para pagar despesas correntes, como folha de salários e serviços como luz e telefone de órgãos públicos. Quando a regra é descumprida, os gestores e o presidente da República podem ser enquadrados em crime de responsabilidade, o que poderia ser usado para pedido de impeachment. Nesta edição do CBN Vitória, Arilda Teixeira, doutora em Economia e professora da Fucape, explica em detalhes como funciona a regra. Confira!

Ver comentários