Notícia

Primeiro deputado cego do país fará seleção nacional para gabinete

Felipe Rigoni também defende idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 para homens para aposentadoria na Reforma Previdenciária

Eleito a deputado federal, Felipe Rigoni (PSB) em entrevista para Rádio CBN Vitória.
Eleito a deputado federal, Felipe Rigoni (PSB) em entrevista para Rádio CBN Vitória.
Foto: Matheus Zardini

Segundo deputado federal mais votado no Espírito Santo, com 84.405 votos, Felipe Rigoni (PSB) será o primeiro deputado cego na história do país na Câmara Federal. Rigoni nasceu em Linhares, tem 27 anos e conta, em entrevista à CBN Vitória, que aos seis anos de idade foi diagnosticado com uma doença chamada uveíte intermediária bilateral, que o levou a perda total da visão aos 15 anos.

OUÇA ENTREVISTA

Formado em engenharia de produção pela Universidade Federal de Ouro Preto (MG), em 2016, foi candidato a vereador em Linhares, sem conseguir se eleger.

> Câmara fará adaptações para receber deputado cego do ES

Integrante de movimentos de renovação na política, como o "Acredito no Espírito Santo" e RenovaBR, Rigoni defende idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 para homens para aposentadoria na Reforma Previdenciária. 

> "Não há limitações", diz cego eleito deputado federal pelo ES

SELEÇÃO

O futuro deputado federal também garantiu que irá fazer uma seleção nacional para compor o seu time de assessores parlamentares, anunciando também redução de 25 para 15 no total de cargos ligados ao gabinete dele em Brasília. 

Ver comentários