Notícia

Como identificar se veículo foi abastecido com gasolina adulterada

O tema voltou ao debate após a deflagração da Operação Lídima, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que adulterava combustíveis e cometia fraudes fiscais

Abastecer o carro com combustível adulterado pode causar graves prejuízos ao veículo afetando peças como catalizadores, bombas de combustíveis e até o motor. O alerta é do especialista Ricardo Barbosa, que atua no setor automotivo. Falhas imediatas de funcionamento do carro também são sentidas. O alerta em torno do tema voltou à discussão, nesta semana, quando foi noticiado de que donos de postos da Grande Vitória sabiam que estavam comprando e vendendo combustíveis adulterados. A informação foi divulgada após a deflagração da Operação Lídima, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que adulterava combustíveis e cometia fraudes fiscais.

Barbosa explica que, na maior parte dos casos, os motoristas acabam não desconfiando que estão sendo enganados e só após abastecerem o veículo é que começam a perceber que algo está errado. Desconfiar de odores estranhos do veículo são alguns dos sinais de adulteração, ele aponta. Confira!

 

 

Ver comentários