Notícia

Linha é retirada e moradores andam até 8 km para pegar ônibus

O local é isolado e fica no limite entre Guarapari e Vila Velha. A entrada é pela Rodovia do Sol

Imagine ter que andar 8 km todos os dias apenas para pegar um ônibus? Essa é a realidade de moradores de Córrego Sete, região rural de Vila Velha. Isso acontece porque a linha municipal que atendia o local foi cortada pela viação Sanremo há cerca de quatro meses.

O local é isolado e fica no limite entre Guarapari e Vila Velha. A entrada é pela Rodovia do Sol, antes do pedágio da Rodosol, para onde os moradores agora tem que ir para conseguirem ônibus. No último sábado eles protestaram fechando a via, no sentido Guarapari.

Quando chove, as estradas ficam todas totalmente esburacadas. Muitos moradores tem carro, mas a manutenção e o valor da gasolina ficam altos. É o caso da dona de casa Rosiane Altafim, de 44 anos, que leva os filhos para a escola até a rodovia. “É muito difícil porque tenho duas crianças pequenas também que coloco para a escola. Em horários diferentes e locais diferentes. O gasto com carro e combustível é muito alto”, relata.

Uma das lideranças do bairro, a auxiliar de departamento pessoal Andréa Dias, de 30 anos, explica que a comunidade fez um grupo no Whatsapp, onde as pessoas se comunicam para conseguir uma carona até a rodovia. "Um ajuda o outro. Quando um desce, pergunta se tem alguém que vai descer e combinamos dessa forma”, explicou.

Segundo os moradores, a linha que atendia o bairro antigamente tinha cinco horários, mas eles foram reduzidos para três por dia antes da linha ser cancelada.

O coordenador de transportes da prefeitura de Vila Velha, Ivan Rocha, afirma que a Sanremo foi notificada e o contrato pode até ser rescindido com a situação. O caso está na procuradoria do município. A prefeitura pediu que a Ceturb-GV atenda o bairro com o Transcol. “A gente está analisando alguns aspectos, em cima da integração, porque ela será ou não absorvida pela Ceturb-GV, se ela não cumpriu o contrato, e referente a retirada da linha sem o consentimento da prefeitura, que não autorizou”, explicou.

A diretora da Sanremo, Nubia Lorenzutti, declarou que o cancelamento da linha se dá por parte do bairro ser de Guarapari, portanto a linha deveria ser intermunicipal. Em nota, a Ceturb-GV informou que uma equipe foi à região e constatou que a estrada de chão precisa de melhorias, mas está analisando o pedido da prefeitura de Vila Velha. Já a prefeitura afirmou que será feita manutenção nas estradas de chão, mas é necessário esperar o solo secar.

Ver comentários