Notícia

Nos 300 anos de Aparecida, casal viaja a pé 750 km pela devoção

O percurso foi feito em aproximadamente um mês pelo casal de aposentados

O casal foi para Aparecida à pé
O casal foi para Aparecida à pé
Arquivo Pessoal

A devoção a Nossa Senhora Aparecida completa 300 anos nesta quarta-feira (11). Com isso muitos fiéis de várias partes do Brasil fazem excursões para a cidade de Aparecida, no Norte de São Paulo. Um casal de capixabas fez algo diferente: em vez de ir de ônibus, foi a pé e caminhou mais de 750 quilômetros até o estado paulista. Tudo pela fé.

O percurso foi realizado por Ismael Braggio, de 70 anos, e Maria dos Santos Braggio, de 66 anos. Foi quase um mês só de caminhada. O casal saiu do Espírito Santo dia primeiro de setembro e voltou um mês depois. Foram a pé e voltaram em uma Kombi, toda adesivada para a viagem e conduzida pelo irmão de Maria. O veículo serviu como ponto de apoio. “A gente sempre foi devoto de Nossa Senhora, a nossa maior intercessora. Então com esse aniversário, por que não fazer essa homenagem indo a pé? A gente não caminha por aqui?”, indagou Maria.

Toda a preparação aconteceu ao longo de um ano. Até uma viagem foi feita para Aparecida, em dezembro de 2016, só para conhecer o caminho e ver quais hotéis existem ao longo do percurso, para que o casal ficasse para descansar. O mapa das estradas também foi demarcado previamente. 

Foram cerca de 30 paróquias e comunidades visitadas ao longo do caminho, onde foram fazendo amizade, conhecendo a fé de outras pessoas e deixando uma pequena homenagem: a imagem de Nossa Senhora Aparecida em cada uma delas. Seu Ismael já caminhava de duas a três vezes para Convento da Penha, na Prainha, um percurso de 20 quilômetros, indo e voltando de Araçás, além de também ir para Anchieta a pé duas vezes ao ano. “Foi fácil. Não teve dificuldade com alimentação. O sol estava muito quente, mas a gente tomava muita água para hidratar. E muita fé, andando no silêncio. Quando acordava já estava bem longe”, lembra.

O casal levou até um caderno para Aparecida, com pedidos de oração de várias pessoas próximas, além de pedidos de outras ao longo do caminho. Em média foram cerca de 30 quilômetros por dia de caminhada.

Dona Maria lembra que no próximo final de semana tem outra peregrinação, desta vez apenas de ônibus mesmo. “Todos os anos, no terceiro domingo de outubro, estamos em Aparecida. Chegamos no dia primeiro, mas não tem como ir. Então na sexta-feira vamos sair e ficar o final de semana, todos juntos lá”, afirmou.

Para Ismael, o que fica a experiência de fé. “Foi uma das melhoras que aconteceu na minha vida, essa caminhada. Estou com 71 anos e isso foi um marco na minha vida. Vou levar para sempre”, falou.

Agora a Kombi também será utilizada pela família, para usar em atividades na igreja, na Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, em Cidade da Barra, em Vila Velha. O casal pretende voltar para Aparecida a pé no próximo ano.

Ver comentários