Notícia

Espírito Santo pode ganhar consulado da Itália

O senador ítalo-brasileiro Fausto Longo afirmou que as chances de que o Estado ganhe um consulado da Itália são de 100%

Os descendentes de italianos que vivem no Espírito Santo vão poder solicitar a cidadania do país europeu com mais facilidade. Em visita a Vitória, o senador ítalo-brasileiro Fausto Longo afirmou que as chances de que o Estado ganhe um consulado da Itália são de 100%. No entanto, ainda não há previsão para que isso aconteça.

A estimativa da ONG Casa D'Itália é que cerca de 65% da população capixaba tenha origem italiana e que aproximadamente 1 milhão de pessoas no Espírito Santo sejam aptas a solicitar a cidadania. Atualmente, estima-se que o Estado tenha 32 mil cidadãos italianos.

Segundo o senador Fausto Longo, o vice-ministro das Relações Exteriores da Itália, Vicenzo Amendola, disse que a embaixada italiana no Brasil se movimenta pela criação do consulado no Espírito Santo. “Nós estivemos com o vice-ministro Amendola e ele garantiu que essa demanda já foi inclusive formulada pelo embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini. Eu acredito que a decisão é 100% favorável.”

A diretora de Relações Internacionais da Casa D'Itália, Rita Bertoluzzi, afirma que a instalação de um consulado vai trazer uma série de benefícios para a comunidade italiana no Estado. “Vai significar um maior interesse das pessoas pela cultura italiana, mais facilidade para conseguir cidadania e mais visibilidade para o Espírito Santo como um todo. “

Tanto o senador quanto a diretora da Casa D'Itália também afirmam que a criação do consulado traria outros benefícios, como facilitação para validação de diplomas entre os dois países, ofertas de bolsas de estudos no país europeu e maior abertura para que os italianos enxerguem oportunidades de negócio no Espírito Santo.

Ver comentários