Notícia

Queda de investimentos prejudica serviços básicos no Espírito Santo

Essa é a constatação da ONG Espírito Santo em Ação, através de informações levantadas pelo projeto Excelência Municipal

Foto: Reprodução

A queda de investimentos nos municípios do Espírito Santo tem prejudicado a qualidade de serviços básicos, como saúde e educação. Essa é a constatação de informações levantadas pela ONG Espírito Santo em Ação, através do projeto Excelência Municipal.

O projeto junta, há três anos, indicadores sobre finanças públicas, emprego, assistência social, saneamento, saúde e educação em uma única plataforma, de fácil acesso e disponível para toda a sociedade.

O objetivo é avaliar o esforço do município em melhorar os resultados medidos por indicadores em diversas áreas de interesse da sociedade. A avaliação poderá ser utilizada pela população como um indicador do trabalho realizado pelos gestores.

Leia também

O levantamento mostra que praticamente todos os municípios do Espírito Santo apresentaram melhora no quesito finanças pessoais, na busca pela redução do endividamento, mas tiveram poucos avanços em educação e até resultados negativos na saúde. Das sete maiores cidades do Espírito Santo, seis tiveram queda no investimento e todas elas apresentaram resultado negativo em educação e saúde.

Para o presidente do movimento, Aridelmo Teixeira, o balanço mostra que a população tem sofrido com a falta de investimentos públicos.

"O investimento caiu brutalmente em quase todos os municípios. Na crise a primeira coisa que você corta é o investimento. O que é ruim quando você não tem investimento? Se você não investiu, amanhã você não vai ter o que colher. Você acaba sacrificando o futuro. É rua esburacada, não gera bons empregos", analisa ele.

O levantamento leva em conta informações, como mortandade, despesas com atendimento básico de saúde, gastos com educação por pessoa, endividamento e renda, entre outras, que são separadas em cada um dos indicadores. Os dados por município ficam disponíveis no site http://excelenciamunicipal.com.br

Aridelmo destaca que, com os números em mãos, o próprio cidadão vai poder cobrar os prefeitos. "O objetivo é tentar pegar todas as informações relevantes que impactam diretamente a vida do cidadão e organizar uma plataforma de fácil acesso e de fácil entendimento para que ele mesmo possa cobrar do administrador".

* Se o número estiver negativo, mostra que o quesito piorou no município

VITÓRIA

Finanças Públicas: 0,33 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Caiu de 0,06 para 0,04 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Não está disponível (Dívida consolidada líquida como proporção da receita corrente líquida)

Saúde: -0,18 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,32 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

VILA VELHA

Finanças Públicas: 0,39 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Subiu de 0,10 para 0,14 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Caiu -0,23 para -0,19 (Dívida consolidada líquida / Receita corrente líquida)

Saúde: -0,03 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,25 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

SERRA

Finanças Públicas: 0,10 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Caiu de 0,14 para 0,11 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Caiu de -0,26 para -0,25 (Dívida consolidada líquida / Receita corrente líquida)

Saúde: -0,46 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,06 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

CARIACICA

Finanças Públicas: 0,03 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Se manteve em 0,009 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Não estava disponível (Dívida consolidada líquida / Receita corrente líquida)

Saúde: -0,33 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,11 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

COLATINA

Finanças Públicas: 0,18 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Caiu de 0,11 para 0,09 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Caiu (Dívida consolidada líquida / Receita corrente líquida)

Saúde: -0,29 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,14 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

LINHARES

Finanças Públicas: -0,02 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Caiu de 0,06 para 0,02 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Dados não estavam disponíveis (Dívida consolidada líquida / Receita corrente líquida)

Saúde: -0,21 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,36 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Finanças Públicas: 0,15 (compreende os itens Investimentos, Autonomia, Disponibilidades e Endividamento)

Investimento: Subiu de 0,07 para 0,08 (Despesa total com investimento / Receita corrente líquida)

Endividamento: Dados não estavam disponíveis (Dívida consolidada líquida / Receita corrente líquida)

Saúde: -0,24 (compreende os itens Mortalidade de 1 a 4 anos, saúde básica e gastos com saúde)

Educação: -0,26 (compreende os Gastos com educação, gastos com aluno e o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do município)

** Dados relativos aos anos de 2015/2016

Ver comentários