Notícia

ES vai investir R$ 50 milhões em creches e pré-escolas

Municípios que aderirem ao Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo poderão contar com os recursos para a construção e reforma de creches e pré-escolas

Alunos do Cmei Ocarlina Nunes Andrade, em São Cristóvão, atentos à história contada pela professora
Alunos do Cmei Ocarlina Nunes Andrade, em São Cristóvão, atentos à história contada pela professora
Foto: Ricardo Medeiros

A Secretaria Estadual de Educação (Sedu) vai investir R$ 50 milhões na construção e reforma de creches e pré-escolas. Os municípios têm até o dia 30 de março para apresentar suas propostas. As intervenções devem começar ainda no primeiro semestre deste ano, até o dia 31 de julho, por conta do período eleitoral.

Para ter acesso ao recurso, o município precisa aderir ao Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes). Atualmente, 56 cidades são adeptas. A expectativa da Sedu é ampliar esse número para 74 antes do fim do prazo para apresentação das propostas.

Não há limites de repasses para cada município. De acordo com o secretário estadual de Educação, Haroldo Rocha, o valor repassado dependerá das necessidades de cada cidade.

“Um município vai precisar de uma creche de cinquenta crianças, outro de duzentas. Cada um tem uma necessidade específica”, explicou.

De acordo com o secretário, há aproximadamente 200 mil crianças de 0 a 5 anos no Espírito Santo. Desse total, o Estado atende 61 mil em creches e pré-escolas. A meta é atender 100 mil até 2024. Haroldo Rocha destaca ainda que, entre 0 e 3 anos, a família não é obrigada a matricular a criança em instituição de ensino.

Outra anúncio feito pela Sedu foi a utilização de material didático unificado para o 1º ano do Ensino Fundamental. Os materiais são feitos em parceria com o Estado do Ceará. Segundo o secretário, o foco é na alfabetização e o objetivo é fazer com que todos os alunos estejam alfabetizados no Estado até o fim do 2º ano do Ensino Fundamental. Serão 45 mil estudantes atendidos com o novo material didático. O custo total é de R$ 1,5 milhão.

Ver comentários