Notícia

Mais de 7 mil celulares irregulares devem ser bloqueados no ES

Bloqueio começa no próximo sábado (08). A interrupção do serviço é gradativa. Até o dia 16 de dezembro, cerca de mil celulares serão bloqueados no Estado. Até meados de fevereiro de 2019 serão mais de sete mil

Para saber o IMEI do celular, basta digitar *ENTITY_sharp_ENTITY06ENTITY_sharp_ENTITY e o número aparecerá na tela do aparelho. O IMEI possui 15 dígitos
Para saber o IMEI do celular, basta digitar *ENTITY_sharp_ENTITY06ENTITY_sharp_ENTITY e o número aparecerá na tela do aparelho. O IMEI possui 15 dígitos
Foto: Rita Benezath

A partir deste sábado (08), os celulares piratas do Espírito Santo começam a ser bloqueados. Desde o dia 23 de setembro os proprietários de aparelhos irregulares estão recebendo mensagens da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informando sobre o bloqueio. Os usuários que habilitaram os aparelhos antes do dia 23 de setembro não terão os celulares bloqueados, mesmo que eles sejam piratas.

No Estado, desde setembro, 7.719 linhas receberam mensagens informando sobre o bloqueio. Essa interrupção do serviço é gradativa. Até o dia 16 de dezembro, cerca de mil celulares serão bloqueados no Estado. Até meados de fevereiro de 2019 serão mais de sete mil. O Espírito Santo tem atualmente 3.838 milhões aparelhos habilitados.

A partir do recebimento da mensagem, o usuário tem o prazo de 75 dias para colocar o chip em um aparelho regular, após esse período, o celular é bloqueado. O gerente da unidade operacional da Anatel no Espírito Santo, Maxwel de Souza Freitas, explica que a Anatel decidiu bloquear esses aparelhos para proteger o consumidor.

“Os celulares irregulares podem causar danos à saúde do consumidor por não terem passado por testes que garantam sua qualidade”, disse.

Quem adquiriu o aparelho irregular antes do dia 23 de setembro não terá o aparelho bloqueado. Segundo Maxwel, isso acontece para não prejudicar os usuários, que compraram o aparelho sem saber que ele seria bloqueado.

Os aparelhos piratas adquiridos a partir de agora também só serão bloqueados após 75 dias de uso, por isso, o gerente da Anatel alertar que as pessoas devem ficar atentas na hora de comprar um celular pirata novo ou usado.

“O ideal é que as pessoas não comprem celular pirata. Mas agora, antes de comprar um telefone, principalmente de segunda mão, a pessoa precisa verificar no site da Anatel se o celular é irregular”, contou.

De acordo com o comentarista da Rádio CBN Vitória e especialista em tecnologia, Gilberto Sudré, no endereço www.anatel.gov.br/celularlegal é possível saber a situação do aparelho digitando o IMEI, que é o número de identificação do celular. Para descobrir o número do IMEI basta digitar *#06#.

Sudré explicou que os celulares piratas não respeitam o padrão mundial de fabricação, por isso, não possuem registro.

“Existe uma entidade mundial, chamada GSM, que tem o controle e mantém o padrão de fabricação desses aparelhos para eles serem compatíveis entre si. Esses aparelhos que serão bloqueados são de fabricantes que não seguem esse padrão”, contou.

Os aparelhos comprados em outros países, de marcas conhecidas, não serão bloqueados, pois são celulares fabricados de forma correta.

Ver comentários