Notícia

De Vila Velha para os palcos de São Paulo

Ator capixaba Davi Tápias, de 27 anos, atua em dois musicais em sequência

Davi Tápias conta que paixão pela arte de atuar nasceu ainda no Espírito Santo
Davi Tápias conta que paixão pela arte de atuar nasceu ainda no Espírito Santo
Foto: Isadora Fonseca/Divulgação

Uma criança de sete anos de idade com um grau leve de autismo e um jovem soropositivo. A princípio, podem parecer figuras bem distantes. Mas encontram um denominador comum no ator que interpreta os dois personagens. Davi Tápias, natural de Vila Velha, está em duas produções bem diferentes em São Paulo: “Senhor das Moscas”, adaptação do clássico de William Golding, e “Lembro Todo Dia de Você”, musical inspirado em uma história verdadeira.

Davi tem 27 anos e, ao longo da carreira, passou por locais como Edimburgo, na Escócia, e Nova York, nos Estados Unidos. Mas foi no Espírito Santo que encontrou o amor pela arte. Ainda criança, já se interessava por cantar e tocar piano, instrumento que estudou mais tarde. Na escola, lia vários livros da área e chegou a realizar pequenas produções com os amigos.

Nem as férias da família escapavam do teatro: uma vez por ano, viajavam para São Paulo apenas para assistir às peças. Hoje, no elenco de dois musicais, Davi não precisa ir longe para estar perto dos palcos. Com um intervalo de apenas três horas entre um espetáculo e outro, o ator equilibra diferentes personagens em produções complexas.

A primeira peça que Davi atua é “O Senhor das Moscas”, dirigida por Zé Henrique de Paula. A história gira em torno de um grupo de garotos ingleses que sofrem um acidente de avião e caem em uma ilha. Na produção, ele interpreta uma criança de sete anos. “Eu estudei muito. Assistia vídeos de crianças andando, conversando e as observava elas. Tentei procurar munição para não repetir coisas”, conta ao C2.

O musical, que ainda conta com nomes como Bruno Fagundes, Ghilherme Lobo e Felipe Hintze no elenco, traz doze jovens em cena quase o tempo inteiro, com coreografia, canto, pulos e saltos. “É uma peça que exige muito fisicamente. Eu saio dela e vou para outra que é completamente diferente”, explica.

Mais teatro

Depois de trabalhar em um espetáculo tão energético, Davi se prepara para a outra etapa do dia: o musical “Lembro Todo Dia de Você”, onde ele interpreta Thiago, um jovem que descobre ter HIV. O ator, que fica em cena duas horas seguidas, descreve a produção como uma grande sessão de terapia. “É muito emocional. Fala sobre as escolhas da vida, sobre abandono e solidão”, diz.

Para interpretar Thiago, Davi buscou apoio em pessoas que sofrem com a doença, além de pesquisar sobre o tema. Apesar de tratar de um tema tão específico, ele conta que muitas pessoas se identificam com a peça. “É um musical que retrata uma minoria, mas a identificação é quase unânime, porque fala sobre temas universais também. A minha avó que veio de Vila Velha se identificou”, afirma.

Mesmo com todo o desgaste das duas peças – na época de ensaios, o ator chegou a trabalhar sete dias por semana – Davi vê o teatro como uma necessidade e não esconde o amor pelos palcos. “Estar em cena é uma experiência transcendental e enriquecedora, é algo inexplicável. É tudo muito divertido. Mesmo com ensaios desgastantes, eu chego em casa feliz.”

Ver comentários