Notícia

Matheus Ceará de volta às origens

Humorista apresenta a comédia "A Inocência Está Perdida" em Vitória

Além de atuar, o humorista Matheus Ceará dirige o espetáculo
Além de atuar, o humorista Matheus Ceará dirige o espetáculo
Foto: Divulgação

A tecnologia mudou a infância de muita gente. O dia a dia das crianças, antes recheado de brincadeiras na rua e brinquedos, hoje pode ser resumido em smartphones e jogos virtuais. Pegando carona no assunto, o humorista Matheus Ceará chega a Vitória com a peça “A Inocência Está Perdida”. O espetáculo acontece hoje, amanhã e sábado, dia 15, no Teatro Universitário.

Na peça, o ator relembra histórias de infância para ilustrar como a realidade de hoje está diferente. Utilizando a vida real como base, mas sem abandonar o personagem de caipira nordestino, Matheus Ceará volta às origens e conta casos de seus avós, Seu Antenor e Dona Leonora, da sua esposa, Maria Caranguejo, e dos seus filhos, Waldisney e Disneylandia.

O nome do espetáculo já dita o tom: “A Inocência Está Perdida” serve como analogia para mostrar que as coisas mudaram desde a infância do ator. Em entrevista ao C2, Matheus, que além de atuar também dirige a peça, conta como surgiu a ideia da produção. “Chega um momento da carreira que a gente começa a olhar pra trás e pensar em como chegamos aonde estamos. Cheguei nesse momento e quis brincar com isso”, diz.

Em cartaz há sete meses, a peça agora traz uma novidade: o chamado “Quadro da Máscara”, onde o humorista chama alguém da plateia para subir no palco e participar das brincadeiras. A interação com o público aumenta e, segundo o ator, as risadas também. “Gosto de renovar meu show e criar coisas novas. As pessoas vão gostar bastante”, garante.

Carreira

Matheus nasceu em Fortaleza, mas se mudou para o interior de São Paulo com oito anos. Foi lá que iniciou a carreira no humor, montando um show quando tinha apenas 14 anos. No mesmo lugar, criou o seu personagem mais famoso: Matheus Ceará. Mesmo interpretando um papel, o ator diz que tenta incluir parte da sua realidade ao fazer comédia. “Minha história de vida serve como base para o meu personagem. É algo muito gostoso de se fazer”, explica.

Em 2010, Matheus foi vencedor do quadro “Quem Chega Lá”, do programa “Domingão do Faustão”, com o mesmo personagem. Mas há quatro anos, o ator participa do “A Praça é Nossa”. “Sempre busquei o meu melhor em tudo, sempre corri muito atrás dos meus objetivos, então só tenho a agradecer hoje em dia”, declara.

Apesar da extensa participação na TV e no teatro, Matheus diz que não tem preferência entre os dois meios. “Amo os dois. A TV tem um alcance maior, faz mais pessoas conhecerem o meu trabalho. O teatro é o contato cara a cara com as pessoas.”

 

"A Inocência Está Perdida" - com Matheus Ceará

Quando: hoje, amanhã e sábado (15), às 21h.

Onde: Teatro Universitário. Ufes, Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, Vitória.

Ingressos: mezanino – R$ 20 (meia), R$ 40 (inteira); térreo – R$ 25 (meia), R$ 50 (inteira). À venda na bilheteria do teatro (das 15h às 20h) e no site www.tudus.com.br.

Informações: (27) 3335-2953.