Notícia

Vitória recebe comédia "O Último Capítulo", com Mariana Xavier

Comédia chega a Vitória no final de semana com lente de aumento sobre a realidade

Mariana Xavier e Paulo Mathias Jr. dão vida a Berenice e Dagoberto em peça de comédia
Mariana Xavier e Paulo Mathias Jr. dão vida a Berenice e Dagoberto em peça de comédia
Foto: Divulgação

Berenice é uma diarista romântica, sonhadora e apaixonada por novelas. Já Dagoberto, um desempregado meio folgado e fanático por futebol. O casal, encenado por Mariana Xavier e Paulo Mathias Jr., dá vida à comédia “O Último Capítulo”, peça que chega a Vitória no próximo final de semana, para duas apresentações no Teatro Universitário. 

Atualmente em destaque como a Abigail de “Força do Querer” e conhecida como a Marcelina dos filmes “Minha Mãe é uma Peça”, Mariana demonstra sua versatilidade ao voltar para seu berço artístico, o teatro, ao lado de Paulo, conhecido por sua atuação no “Zorra Total”.

Em entrevista ao C2, Mariana falou sobre a peça, sobre o tom crítico da comédia e mais.

Vocês traçam um paralelo entre o fim de uma novela e o relacionamento do casal... Como isso funciona?

A peça é uma grande brincadeira com o imaginário do brasileiro, que ainda é muito mexido pela novela. Existe muito essa coisa de final feliz, da gente torcer por um personagem... A Berenice é louca por novela, se desliga do mundo quando entra naquele universo. Brincamos com as emoções do casal, que está numa nítida crise conjugal, num momento decisivo como um último capítulo de novela.

Como não deixar a peça cair no clichê da comédia que fala de um casal?

A peça é uma grande discussão de relação (DR), um drama para quem está dentro e uma comédia para quem está fora. Ali, o espectador tem um distanciamento, porque o casal discute coisas que não são relevantes para terceiros. O casal da peça é popular, ela é diarista, sonhadora, e ele é um malandro, ‘171’, que gosta dela, mas a enrola. As pessoas acabam se identificando porque a comédia é uma lente de aumento sobre a realidade.

A peça também propõe uma reflexão, já que retrata uma época em que não há celular ou internet?

Sim, eu acho que a comédia é uma ferramenta muito importante de crítica, de questionamento. Através do riso a gente desarma o espectador, desmonta a defesa dele e faz com que ele pense sem perceber, sem achar que está refletindo. No fundo, a peça toca no ponto da falta de diálogo, de olhar para o outro. Estamos vivendo um momento muito egoísta. As pessoas se conectam demais com quem está longe, e de menos com quem está perto. Precisamos cultivar as relações familiares, pensar na atenção com o outro.

Vocês já rodaram 14 cidades. Como tem sido essa correria?

É uma loucura. Agora nem vamos voltar a rodar, por conta da “Dança dos Famosos” (Mariana está entre as concorrentes), então Vitória deve ser a última cidade do ano. A partir do meio de outubro, meu calendário fica muito incerto, porque depende de como vou me sair na competição. Mas estou muito, muito feliz de concluir o ciclo da peça neste ano em Vitória. É uma cidade muito especial para mim, morei aí durante sete anos, foi uma fase muito bem-vivida.

O teatro é seu berço artístico. Tem uma relação especial?

Apesar das pessoas me conhecerem principalmente por conta do cinema e da TV, o teatro é mesmo o meu berço. Foi onde aprendi o que sei, onde vi que era isso que eu queria quando crescesse. Acho que o teatro ainda tem um papel importante da formação dos atores, não dá para ser mais ou menos, não tem edição para salvar. E ainda rola um retorno mais imediato, mais espontâneo.

“O Último Capítulo”

Elenco: Mariana Xavier e Paulo Mathias Jr.

Quando:Sábado (16), às 21h, e domingo (17), às 18h.

Onde: Teatro Universitário. Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, Vitória.

Ingressos: R$ 70 (térreo/setor A/inteira), R$ 35 (térreo/setor A/ meia); R$ 60 (setor B/inteira), R$ 30 (setor B/meia); R$ 50 (mezanino/inteira), R$ 25. À venda na bilheteria do teatro ou em www.tudus.com.br. Assinantes de A GAZETA pagam meia.

Informações: (27) 3335-2953.

Ver comentários