Notícia

Dupla Palavra Cantada apresenta novo DVD, "Bafafá", em Vila Velha

Sandra Peres e Paulo Tatit fazem show para pequenos

Foto: Marcos Samerson

“Sambinha da Fralda Molhada”, “Passeio do Bebê”, “Eu Sou Um Bebezinho”... o repertório do show do Palavra Cantada, que desembarca neste Dia das Crianças em Vila Velha, arrancou gargalhadas na reportagem, pela sua graciosidade. E é esse o principal artifício utilizado por Sandra Peres e Paulo Tatit para conquistar as crianças. A dupla vem ao Estado para apresentar pela primeira vez o trabalho mais recente, “Bafafá”.

Sandra e Paulo acumulam mais de dois anos de carreira. Nesse tempo, se apresentaram para diferentes gerações e hoje veem seu público variar: vai dos bebês às crianças maiores. Em conversa por telefone com o C2, Sandra falou sobre o novo trabalho, sobre a trajetória e o desafio de cantar para crianças. Confira:

Imagino que montar o show seja um dilema. Vocês precisam mostrar o novo trabalho, mas o público também gosta de ouvir as antigas. Como equilibram isso?

A gente conseguiu uma solução muito legal nesse show. Fizemos pot-pourris, pequenas sequências em que conseguimos abordar os temas que as pessoas mais pedem nos shows. Mas assim... para muitas crianças, não existe música antiga. Como temos no público crianças nascidas há dois anos, tudo é novo. Mas também não fica nada de fora. Os pot-pourris são um jeito de deixar o público mais contente e, por consequência, nós também ficamos contentes por conseguir cantar esses sucessos.

Na era do YouTube e dos streamings, é um desafio maior lançar um DVD?

A gente sempre tem que ter um produto físico. Quando abordam essa questão, eu faço sempre uma brincadeira, que é dizer que ninguém dá um link ou um pen drive de presente para alguém (risos). E tem outra coisa: se queremos concorrer a um prêmio, precisamos de um produto. Não se concorre com link. Por isso, o produto físico é extremamente importante. Para os pais e as crianças é bom porque tem a ficha técnica, tem a parte gráfica... Olha, esses dias recebemos umas fotos de uma criança que ganhou um DVD nosso e que anda com ele para todo lado. Para onde vai, leva o DVD, comos se fosse um ursinho. Para nós, pe gratificante.

E qual foi a maior inspiração para o “Bafafá”?

Ele inaugura uma série de músicas que são histórias. Tem a do lobo, a da planta bambolê... É algo diferente do que a gente tem feito.

Vocês têm uma interação muito grande com o público nas redes, isso até resultou em uma música no novo trabalho, que foi sugerida por uma mãe...

Sim! Nosso público é muito querido, muito participante, presente. Procuramos o que eles querem. Eles entram no canal, vão aos shows, são nossa audiência. Por isso, tratamos também como um termômetro para dizer o que está faltando, o que está sobrando. Para a gente é ótimo!

E como fazem para produzir um show que seja diferente do que aparece no YouTube?

Ah, nós montamos um cenário de show, temos banda convidada, temos a nossa performance. Trabalhamos muito em cima do repertório, com as músicas conhecidas e outros recursos, para que o show tenha graça mesmo.

Qual o maior desafio em um show para crianças?

É importante estar pautado pela verdade quando vamos nos comunicar com elas. Não temos artificialidade no contato. A gente acredita no olho no olho com a criança, porque é isso que faz com que ela sinta que aquilo ali é real, que estamos falando para ela, com ela. Dispensamos atitudes infantilizadas, conversamos normalmente com os pequenos, como tem que ser.

Vocês fazem música para criança, mas também conquistam os pais. Como encaram isso?

Tem um primeiro passo que rolou na nossa carreira e é muito importante: nossa música foi parar na escola. Os pais ouvem porque os professores usam em sala de aula e isso trouxe muita credibilidade. Eles têm confiança. Quando vão ao show, sabem que o que oferecemos é uma coisa honesta, verdadeira, com princípios e uma forma de comunicar. É tudo como tem que ser com uma criança.

Palavra Cantada apresenta “Bafafá”

Quando: Quinta-feira (12). Abertura dos portões: 16h. Previsão de início do show: 17h30.

Onde: Área de eventos do Shopping Vila Velha. Avenida Luciano das Neves, 2418, Divino Espírito Santo, Vila Velha.

Ingressos: R$ 70 (inteira/cadeira/setor bronze), R$ 35 (meia/cadeira/setor bronze), R$ 100 (inteira/cadeira/setor prata), R$ 50 (meia/cadeira/setor prata), R$ 150 (inteira/cadeira/setor ouro), R$ 75 (meia/cadeira/setor ouro), R$ 250 (inteira/cadeira/ setor platinum), R$ 125 (meia/cadeira/setor platinum).

Informações: (27) 3533-2221.

Ver comentários