Notícia

Cleiton Marcelino lamenta empate, mas mantém fé na classificação

Treinador não escondeu decepção ao ver seu time ceder empate ao Boavista, neste sábado, no Kleber Andrade, mas acredita que a vaga virá na última rodada, diante do Red Bull em Sp

O Treinador do Espírito Santo, Cleiton Marcelino, não escondeu a decepção com o gol sofrido neste sábado (17), no empate em 1 a 1 com o Boavista-RJ,  que impediu a sua equipe conseguir a primeira vitória em casa. No entanto, por outro lado, Marcelino garantiu que seu elenco vai ir atrás da classificação na casa do adversário, na última rodada da primeira fase, diante do Red Bull, em São Paulo. 

Cleiton Marcelino, técnico do Espírito Santo
Cleiton Marcelino, técnico do Espírito Santo
Foto: João Brito/ESFC

“O resultado tem gosto de derrota por estarmos jogando em casa, mas esse grupo é fantástico, é um grupo de guerreiros, que vai buscar esse resultado em São Paulo.”

Cleiton comentou sobre o primeiro tempo apático de ambas as equipes, mas ressaltou que gostou das modificações na segunda etapa. Ele sacou Vitinho, Ronaldo Tres e Nilo e promoveu as entradas de Pardal, João Paulo e Thiago Amaral. 

“No segundo tempo conseguimos explorar mais as laterais, o jogo fluiu, chegamos mais lá na frente”, completou o treinador, que não adiantou se fará mudanças para o jogo do próximo domingo.