Notícia

Sinceridade, otimismo, rival forte: começa a era Wagner no Vitória

Técnico, que assinou contrato com o clube alvianil e já foi apresentado nesta segunda, faz elogios ao elenco e ao projeto da equipe de Bento Ferreira

Com pompa e circunstância. Foi assim a apresentação oficial de Wagner Nascimento na manhã desta segunda-feira, no estádio Salvador Costa, em Bento Ferreira. O novo técnico alvianil, que assinou contrato com o Vitória inicialmente até o fim do Capixabão 2017, chegou cedo ao clube e conversou com alguns membros da diretoria antes de falar com a imprensa. E o dia agitado do treinador ainda só está começando. Durante a tarde de hoje, às 15 horas, ele veste a roupa de treino para já iniciar o trabalho comandando sua primeira atividade à frente do time da capital.

Wagner Nascimento, técnico do Vitória
Wagner Nascimento, técnico do Vitória
Foto: Henrique Montovanelli/VitóriaFC

Durante sua apresentação, ao lado do presidente Adalberto Mendes e do diretor-superintendente Antônio Perovano, Wagner Nascimento mostrou sinceridade, bom humor e otimismo (Veja o vídeo completo da coletiva de apresentação no facebook do GazetaEsporte.com). E não se furtou de pensar grande: "Conheço alguns atletas do elenco que temos e podemos chegar na próxima fase do Estadual", afirmou.

As primeiras palavras foram escolhidas para explicar por que não abre mão de ter um ambiente de trabalho leve, alegre e de companheirismo. A expectativa? "A melhor possível".

Wagner Nascimento demonstrou otimismo sobre futuro; Antônio Perovano participou da coletiva
Wagner Nascimento demonstrou otimismo sobre futuro; Antônio Perovano participou da coletiva
Foto: Henrique Montovanelli/VitóriaFC

"Bom dia a todos. Obrigado pelo carinho. É um prazer estar aqui. Primeiro gostaria de agradecer a diretoria pela confiança depositada em mim. Estou aqui para trabalhar bastante. Conhecendo melhor o grupo que o Vitória formou, vamos começar a pensar em uma filosofia e estratégia de trabalho para que possamos voltar ao trilho das vitórias, pois precisamos voltar a vencer dentro do Estadual", disse.

Curioso e demonstrando muita vontade de iniciar os treinos com seus novos comandados, Wagner Nascimento fez questão de acompanhar parte da atividade realizada no gramado pelos atletas. O treinador, que assumiu o lugar deixado por Fábio Henrique, não terá muito tempo para conhecer bem o elenco. O primeiro adversário no Capixabão será o Rio Branco, adversário que vem evoluindo na temporada.

Membros da diretoria alvianil acompanharam coletiva de apresentação
Membros da diretoria alvianil acompanharam coletiva de apresentação
Foto: Henrique Montovanelli/VitóriaFC

"São dois times que podem estar em condições diferentes na competição, mas futebol é jogado. Acho até que é um fator motivacional maior porque é um clássico e todos os jogadores querem jogar um clássico. Esse jogo será um tempero a mais para o lado de motivar a equipe. O que vou fazer, durante esses dois dias antes do jogo, é mostrar para eles (jogadores) que podemos vencer e melhorar", destacou.

Confira outros tópicos abordados por Wagner Nascimento:

Vai jogar de maneira ofensiva?

"Nós vamos procurar ter um time efetivo. Ser efetivo não significa necessariamente ter um time muito ofensivo. Não adiante só pensar em atacar se não tivermos uma defesa protegida e segura. Temos que construir uma estrutura de jogo e, baseado nisso, a gente vai pensar uma estratégia para cada partida e para cada adversário". 

Pensa em trazer jogadores?

"É cedo para falar sobre chegada de jogadores, até porque eu não conheço o grupo direito. Conheço alguns que joguei contra. Não tenho muito tempo para fazer isso também. Vamos trabalhar com os atletas que temos aqui no Vitória, que têm bastante qualidade".

Sensação de assumir o Vitória?

"Tenho na minha vida uma coisa que acho bem interessante: eu gosto de desafios. O que me chamou atenção e me fez aceitar o convite foi que o clube e tem um projeto interessante sendo colocado em prática".

Mescla com os atletas das categorias de base

"Estou chegando agora e, pelo menos no momento, minha intenção é focar nos atletas profissionais que temos aqui no clube. Mas quero estar perto da base, sim. Temos que ter responsabilidade para trazer esses meninos para treinar com o time principal. Gosto de trabalhar com jogadores jovens e vamos estudar isso".

Conhece o elenco?

"Já treino a equipe hoje a tarde porque nosso tempo é curto. Quanto mais tempo treinarmos, melhor. A importância do jogo contra o Rio Branco é grande por muitos motivos. Uma vitória em um clássico faz um diferencial enorme. Eu acompanhei e busquei algumas informações sobre o time e sei da qualidade que temos. Agora vou treinar para saber o que podemos fazer".

Ver comentários