Notícia

Bandeira explica expressão 'falsos rubro-negros': 'Número pequeno de pessoas'

Presidente rubro-negro ficou irritado com jornalista após eliminação na Libertadores

Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo (Foto: João Pedro Granette)

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, pediu a palavra nesta sexta-feira para fazer o que ele classificou como um 'esclarecimento'. O mandatário deu uma breve declaração para explicar a expressão 'falsos rubro-negros', usada por ele após a eliminação na Libertadores. Na ocasião, o cartola ficou irritado com as perguntas de um jornalista.

- Queria aproveitar a presença de todos para explicar uma situação. Posso ter me expressado mal quando usei a expressão 'falsos rubro-negros'. Houve quem interpretasse de forma que eu estivesse criticando a todos que estavam me criticando ou criticando o time. Quando eu disse falsos rubro-negros me referi a pessoas que comemoram quando a gente perde e lamenta quando a gente ganha. São pessoas que tem interesses pessoais acima da paixão pelo clube. Estou falando de um número muito pequeno de pessoas, não estava falando dos torcedores do Flamengo indignados - declarou Bandeira, que diz estar aberto a críticas.

- O torcedor tem o direito de criticar a quem ele quiser. Eu estava me referindo a um número muito pequeno de pessoas - finalizou.