Notícia

Abad informa que Flu não cederá à pressão dos torcedores por reforços

Nas redes sociais, presidente do Fluminense publicou nota oficial, na qual informa que diretoria não sairá do planejamento e a política de austeridade financeira

Divulgação / Lance

- Divulgação / Lance">

As recentes manifestações da torcida do Fluminense cobrando reforços para a sequência da temporada não farão a diretoria alterar o planejamento feito no início da gestão de Pedro Abad, eleito presidente do clube em novembro de 2016. Após a derrota para o Grêmio e o empate com o Flamengo, os dois no Maracanã na última semana, o mandatário e o grupo político "Flusócio", que apoiou sua eleição, foram alvos de críticas vindas da arquibancada.

Em nota publicada em suas redes sociais, Pedro Abad vê como legítima a manifestação dos torcedores e admite que também gostaria de ter "elenco altamente qualificado, encorpado e que atenda às expectativas do departamento de futebol", mas reforça a política de austeridade financeira.

- Eu também sou um torcedor apaixonado, sei o que isso representa. Porém, o ano é de dificuldades e não manipularei a memória coletiva. A nova diretoria adotou a política de austeridade financeira. Ou seja, pés no chão. O planejamento está traçado e seguiremos com o mesmo foco. Temos uma nova metodologia de trabalho - publicou o presidente Pedro Abad nesta segunda.

Confira abaixo o post completo do mandatário tricolor nas redes sociais: