Notícia

Germaine: 'Descobri que perdi o cinturão do UFC pelas redes sociais'

Lutadora holandesa ainda garante que irá retornar para divisão dos galos no futuro 

(FOTO: Reprodução/UFC)

O UFC surpreendeu os fãs de MMA ao anunciar na manhã desta segunda-feira o combate valendo o título peso pena feminino entre Cris Cyborg e Megan Anderson e a retirada do cinturão de Germaine De Randamie. Ao que parece, até a ex-campeã foi surpreendida pelo anúncio. Ela afirmou que ninguém da organização a avisou que seu título tinha sido destituído.

Em entrevista ao site MMA Fighting, Germaine confirmou que não foi comunicada do combate entre Cyborg e Anderson e que seu cinturão estaria sendo retirado.

- Eu não tinha absolutamente nenhuma ideia de que perderia o cinturão. Descobri nas redes sociais que a Cyborg ia lutar com a Anderson pelo cinturão. Ninguém me falou nada sobre isso - revelou a ex-campeã.

No comunicado do UFC no anúncio do combate entre Cyborg e Anderson, a organização afirmou que informou os agentes da holandesa sobre a retirada do título.


Confira o comunicado oficial do UFC

"O UFC informou Germaine de Randamie e seu empresário que ela foi removida como campeã do peso pena feminino por se negar a lutar com a desafiante número um da categoria, Cris Cyborg. O UFC reforça que se espera que qualquer campeão aceite lutas com os principais desafiantes de suas respectivas classes para manter a integridade do esporte".

Apesar da perda do cinturão dos penas, Germaine de Randamie não demonstrou interesse em permanecer na divisão. A holandesa confirmou que irá retornar ao peso-galo.

- Eu definitivamente vou voltar. Vou voltar com 61kg (peso-galo feminino) - afirmou.

Cris Cyborg e Megan Anderson se enfrentam no UFC 214, que acontece no dia 29 de julho, na Califórnia (EUA). O combate será válido pelo cinturão linear peso-pena feminino.