Notícia

Fiéis armados reagem a ameaça de grupo no Centro de Vitória

Correria e confusão no Centro de Vitória

Grupo ameaça evangélicos no Centro de Vitória
Grupo ameaça evangélicos no Centro de Vitória
Foto: Reprodução

As câmeras de segurança do comerciante Eugenio Martini flagraram momentos de pânico no Centro de Vitória, na noite de domingo (5). Homens que frequentam uma igreja decidiram defender as mulheres e crianças que estavam na rua, assustadas, após um grupo de 17 pessoas se aproximar na Praça Costa Pereira.

Na gravação, é possível ver que a movimentação se inicia quando três mulheres — sendo uma com uma criança de colo — e um homem começam a correr por uma rua paralela à praça para desviar do grupo. Um casal, que vinha de uma igreja, recua no caminho e pede ajuda. 

A tensão se intensifica quando um dos jovens simula estar armado e vai na direção dos fiéis. Na outra esquina, cerca de 20 homens se uniram. Mas, um dos jovens, após perceber que um fiel estava armado, começou a correr. "Eles espantaram e protegeram a família. O desejo popular vem por conta do direcionamento da segurança pública. A população precisa ir às ruas se defender", diz Martini.

Não há informação de que os fiéis sejam seguranças ou policiais à paisana. 

O comerciante, que gravou e editou os vídeos, viu a cena em casa, no momento em que acontecia. "Estava assistindo. É como as coisas têm que acontecer. Teve o extremo, de caras assustando as senhoras e os homens de verdade protegendo a família e a sociedade", afirma Martini, que mora no Centro há 30 anos.

Martini relata que geralmente publica vídeos do Centro de Vitória e que esse foi o que teve maior alcance. "O vídeo está com mais de 190 mil visualizações. Isso é a expressão popular. Desde que cheguei no Espírito Santo, há 30 anos, nunca vi uma tragédia dessa", finaliza.

Vídeos mostram alguns acontecimentos durante os dias sem policiamento:

Um grupo de jovens dentro de uma picape Hillux... por GazetaOnline

Ver comentários