Notícia

Família procura motorista da Uber que desapareceu em Vila Velha

Irmã do desaparecido, Débora Alves Rodrigues, de 34 anos, faz apelo para encontrar Thiago; jovem sumiu na última terça-feira (27)

Thiago Alves Rodrigues desapareceu em Vila Velha
Thiago Alves Rodrigues desapareceu em Vila Velha
Foto: Divulgação

O motorista Thiago Alves Rodrigues, de 28 anos, desapareceu por volta das 19 horas da última terça-feira (27), em Praia de Gaivotas, em Vila Velha. Ele, que morava na casa da irmã há quatro meses, atualmente fazia transporte de passageiros por meio do aplicativo da Uber.

À família, antes de desaparecer, Thiago disse que iria até a casa de um amigo, na Praia da Costa. Mais tarde, sem conseguir falar com o irmão, Débora Alves Rodrigues, de 34 anos, encontrou uma carta assinada por Thiago dizendo que precisava se afastar da família.

Thiago morava em Santa Maria de Jetibá, com a mãe, e há cerca de quatro meses veio para Vila Velha morar com a irmã e começou a trabalhar como motorista da Uber.

“Ele usava o carro do sogro dele. Junto da carta ele deixou a chave do veículo e o estacionou na garagem do meu prédio. Também tinha uma carta para a namorada dele e para os nossos pais”, esclarece.

Segundo a irmã, ele a acompanhou até a portaria do prédio em que moravam dizendo que iria até a casa de um amigo, na Praia da Costa, enquanto ela buscava os filhos na escola, por volta das 19 horas da última terça-feira (27). “Só que ele não foi pra casa desse amigo, porque nós fomos atrás dele, e o celular está desligado. Nós já falamos com vários conhecidos dele, e ninguém sabe de nada, estão todos nos ajudando a encontrá-lo”, lamenta.

Ela também conta que já foi a hospitais da Grande Vitória e até no Instituto Médico Legal (IML) para investigar, mas não encontrou nada. “Na minha casa morava ele (o irmão), meu marido, eu e meus dois filhos, mas ninguém notou nada. Eu que percebi, no domingo (25), que ele estava muito quieto, retraído. De domingo para segunda-feira ele sequer saiu do quarto”, pondera.