Notícia

Protesto, ovadas e Samu marcam casamento de filha de ministro

Foi necessária uma van para retirar os noivos e alguns convidados da igreja

Protesto em casamento de filha do ministro da Saúde
Protesto em casamento de filha do ministro da Saúde
Foto: Giuliano Gomes | Gazeta do Povo

Cerca de 200 pessoas participaram de um protesto na noite desta sexta-feira (14), em frente à Igreja do Rosário, no Largo da Ordem, em Curitiba. No local, acontecia o casamento da deputada estadual Maria Victoria Borghetti Barros (PP) com o advogado Diego da Silva Campos. Maria Victória é filha da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, e do ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Um grupo começou a atirar ovos contra os noivos e convidados. Uma ambulância do Samu precisou ser acionada para atender um homem que torceu o pé. 14 viaturas da Polícia Militar fizeram a segurança do local. Policiais da Tropa da Choque isolaram a entrada da igreja. Os policiais, ao final da cerimônia, chegaram a recolher os ovos que estavam com os manifestantes, mas eles voltaram a arremessar objetos contra os convidados.

Foi necessária uma van para retirar os noivos e alguns convidados da igreja. O restante dos convidados seguiu a pé até o Palácio Garibaldi, escoltados pela PM, pela Rua Jaime Reis. Eles caminharam em meio a xingamentos e arremessos de lixo, ovos e garrafas de cerveja.

REPÓRTER FEZ LIVE DO PROTESTO

REFORMAS

Os manifestantes são contrários às reformas trabalhista e da Previdência. Eles gritavam “Fora Temer” , “Fora Beto Richa” e “Barros golpista”.

Os convidados também foram vaiados. Os seguranças do casamento usam guarda-chuvas para evitar que ovos e outros objetos jogados pelos manifestantes atinjam os convidados.

Ver comentários