Notícia

Motorista bêbado é preso após atropelar menino de 12 anos na Serra

José Batista Ferreira, que conduzia um Fiat Siena, fez o teste do bafômetro, que comprovou a ingestão de bebida alcoólica. Criança foi socorrida para o Hospital Infantil

Motorista foi levado para a Delegacia Regional da Serra
Motorista foi levado para a Delegacia Regional da Serra
Foto: Beto Morais

Uma semana depois da morte da universitária Juliana Vasconcelos Cypriano, 25 anos, que teve a moto atingida pelo carro conduzido por um motorista embriagado em Cachoeiro de Itapemirim, uma nova imprudência no trânsito provocada pela mistura de álcool e direção fez mais uma vítima. Na tarde deste domingo (18), um menino de 12 anos foi atropelado por um motorista bêbado no bairro Residencial Jacaraípe, na Serra.

José Batista Ferreira, que conduzia um Fiat Siena, fez o teste do bafômetro, que comprovou a ingestão de bebida alcoólica. Ele foi preso em seguida. Após pagar fiança de R$ 1.000, ele foi liberado para responder ao crime em liberdade.

O menino sofreu escoriações pelo corpo e foi encaminhado para o Hospital Infantil de Vitória. José Batista foi levado por policiais militareres para a Delegacia Regional da Serra, onde foi autuado nos artigos 303 (praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor) e 306 (conduzir veículo automotor, na via pública, sob a influência de álcool).

Com informações de Raquel Lopes

Outro caso neste domingo

Um jovem de 20 anos foi preso após atropelar um motociclista e sair do local sem prestar socorro, na Serra. Além de não possuir habilitação, Edvaldo Menezes dos Santos estava com sinais de embriaguez e se negou a realizar o teste do bafômetro.

Segundo informações registradas no Departamento de Polícia Judiciária da Serra, o acidente aconteceu por volta das 21 horas deste sábado (17), na Avenida Brasil, em Novo Horizonte. Edvaldo dirigia um Palio de cor prata e, próximo de entrar no condomínio onde mora, atingiu um motociclista de 22 anos, que trabalha como entregador de um supermercado.

Logo após o acidente, a polícia foi acionada. Chegando ao local, os militares encontraram uma equipe do Samu já fazendo o resgate do motociclista. Populares informaram que o motorista que provocou o acidente entrou no condomínio Top Life logo após a colisão. Os policiais entraram no condomínio e encontraram o acusado trocando o pneu do carro. Ele negou que tenha saído sem prestar socorro e disse que, como percebeu que os populares já estavam socorrendo, entrou no condomínio para consertar o carro. Visivelmente embriagado, ele se negou a fazer o teste do bafômetro.

Edvaldo foi levado pelos militares ao DPJ, onde foi autuado por dirigir embriago e sem habilitação. De lá, ele foi encaminhado ao presídio.

O motociclista de 22 anos está internado no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde dele.