Notícia

Aeroporto de Vitória pode entrar na rota dos pousos "fantásticos"

Rota de aproximação da nova pista do Aeroporto de Vitória ainda está sendo elaborada, mas o pouso já é comparado aos realizados na ilha de St. Maarten, considerado "o pouso mais impressionante do mundo"

Pouso em Ilha de St. Maarten, no Caribe
Pouso em Ilha de St. Maarten, no Caribe
Foto: Airliners

Imagina estar curtindo uma praia em Camburi, em Vitória, e de repente passar um avião a poucos metros acima de você. Ou melhor, imagina estar dentro do avião, vendo o mar chegando cada vez mais perto, passar sobre a Avenida Dante Michelini e, já quase perdendo o fôlego, pousar na capital capixaba. A partir do ano que vem, esse pode ser o cenário de quem desembarcar no novo aeroporto.

A nova pista está prevista para ser entregue em dezembro, mas já mexe com o imaginário dos entusiastas da aviação. Com uma das cabeceiras a 316 metros da orla de Camburi, a possibilidade de ver aeronaves passando bem pertinho já anima quem transita pela região.

Os mais empolgados já colocam o novo aeroporto como o segundo mais bonito do país, atrás apenas do pouso no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, em que as aeronaves passam por toda Baía de Guanabara e aterrissam na pista, que surge praticamente de dentro do mar.

Leia também

Já há quem até compare com o “pouso mais impressionante do mundo”, na Ilha de St. Maarten, no Caribe. O título foi dado por uma pesquisa feito pelo site PrivateFly.com. Lá, os banhistas estão a apenas 25 metros da cabeceira da pista do aeroporto, onde as aeronaves roubam a cena em meio a um cenário das águas azul-turquesa do mar caribenho.

“Acho que para a gente que trabalha aqui na orla vai até gerar uma adrenalina. Pode ser que se torne uma atração turística e incentive nossas vendas”, brinca o vendedor de coco Vagner Barbosa da Silva, que trabalha na orla de Camburi, de frente para a nova cabeceira.

Segundo a Infraero, os procedimentos de aproximação das aeronaves ainda não estão definidos. Funcionários do órgão e do Instituto de Cartografia da Aeronáutica (ICA) já se reuniram quatro vezes para traçar o esboço do novo mapeamento das rotas aéreas da capital, com dois encontros em Vitória e dois no Rio de Janeiro.

De acordo com um funcionário da Aeronáutica que está envolvido diretamente neste procedimento, os pousos certamente passarão próximos da orla, passando por cima da praia. Ele explica que o ideal é que o “desenho” da aproximação fosse feito já com a pista pronta.

No entanto, como a pavimentação atrasou, o procedimento foi iniciado por um outro método, levando em conta a aproximação por GPS. O estudo, que deve ficar pronto em três meses, ainda passará por simulações de voo no Centro de Computação da Aeronáutica de São José dos Campos. O documento também contará com a análise da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), responsável por homologar a pista.

A nova pista do Aeroporto de Vitória terá 2.058 metros, 308 metros a mais do que a que é utilizada atualmente. Para aguentar o peso das aeronaves, a quantidade de asfalto utilizada seria capaz de construir 100 quilômetros de estradas.



Ver comentários