Notícia

Acusado de atear fogo em carro 'tomou as dores' de amigo expulso de boate

Wallace foi autuado por tentativa de homicídio e, se condenado, pode ter pena de 4 a 10 anos de prisão

Wallace Meneses
Wallace Meneses
Foto: Facebook

Wallace Meneses da Silva, 22 anos, foi autuado por tentativa de homicídio e pode ter pena de 4 a 10 anos de prisão, se for condenado pela Justiça. A informação é do delegado Fabrício Bragatto, da 15ª Delegacia Regional de Colatina. Wallace é o acusado de colocar fogo em um carro com uma pessoa dentro, no bairro São Braz, após uma confusão em uma boate da cidade. 

Segundo os depoimentos de testemunhas prestados à polícia, Wallace estava na casa de festas com amigos no sábado (17). Após duas brigas envolvendo um amigo dele e a vítima Rodrigo Rocha, seguranças retiraram Rodrigo do local. Wallace então, tomou as dores do amigo, e teria ido atrás de Rodrigo, dirigindo uma caminhonete modelo S10, que está em nome de outra pessoa.

“Walace atravessou a S10 na pista interceptando o veículo Gol, onde estava Rodrigo, e retirou uma garrafa pet de gasolina de dentro do carro. Em seguida, jogou o combustível no Gol, com o condutor ainda dentro do automóvel, e colocou fogo”, disse Bragatto. Rodrigo conseguiu sair do carro e procurou a polícia.

O acusado fugiu do local. Um caminhão de transporte de gado que estava estacionado perto do Gol, também foi atingido pelo fogo. Não havia nenhum animal no veículo.

INTERNAUTA FLAGROU CARRO AINDA EM CHAMAS

A prisão de Wallace Meneses foi realizada em Ecoporanga, através de denúncia anônima, pelas equipes da Polícia Civil de Colatina e Ecoporanga no domingo (18). O detido se reservou ao direito constitucional de permanecer calado e falar, somente, em juízo. Ele foi conduzido para o Centro de Detenção Provisória de Colatina. 

A Polícia Civil terá 30 dias para concluir o inquérito de investigação do caso.

> Leia mais matérias policiais