Notícia

Filho de Bolsonaro compara ideologia de gênero com carne adulterada

"Segundo a ideologia de gênero, o papelão pode sim ser considerado carne!", postou o deputado

O vereador Carlos Bolsonaro, do Rio de Janeiro, usou as redes sociais para opinar sobre a questão da identidade de gênero usando como exemplo a Operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira pela Polícia Federal, e que constatou que algumas das maiores empresas do setor alimentício do país vendiam carnes fora dos padrões permitidos pela Vigilância Sanitária.

Na imagem compartilhada pelo vereador e também por seu pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP), estava escrito que "segundo a ideologia de gênero, o papelão pode sim ser considerado carne!". "Basta querer", acrescentou Carlos Bolsonaro. As informações são do Blog do Moreno, de O Globo. 

Ver comentários