Notícia

Assaltante é morto por policial depois de roubar clientes em bar de Cachoeiro

Durante assalto a clinetes do bar, ele estava junto com a namorada Carla Gomes, de 20 anos, que também ficou ferida

Um assaltante de 18 anos morreu na madruga desta sexta-feira (20), em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. Luann da Silva Miler Leal foi baleado por um policial militar depois de roubar clientes do lado de fora de um bar às margens da ES 482, rodovia que liga o município à Alegre. Durante a ação ele estava junto com a namorada Carla Gomes, de 20 anos, que ficou ferida.

O rapaz foi morto quando o casal saía do estabelecimento de moto, já na pista. Os dois foram baleados por um policial militar, que estava no local com amigos. O suspeito estava armado e atirou contra o PM, que agiu em legítima defesa.

Luan morreu no local. A mulher  fugiu do local e foi localizada em um posto de gasolina, alguns metros à frente. Ela foi ferida na perna e estava com um simulacro de pistola, de cor preta.

O Resgate do Corpo de Bombeiros socorreu a namorada do assaltante, foi socorrida ao hospital baleada e depois de liberada pelo médico foi conduzida para a delegacia.

A polícia suspeita que os dois sejam responsáveis por diversos assaltos nos últimos dias. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Em nota divulgada nas redes sociais, o estabelecimento esclareceu que o fato ocorrido na madrugada de hoje, aconteceu fora das dependências do comércio. "Lembramos que esses dois suspeitos não adentraram no estabelecimento. Disponibilizamos seguranças dentro do estabelecimento e no estacionamento. Apesar de não termos qualquer envolvimento com o incidente, nos comprometemos a reforçar ainda mais a segurança".