Gazeta Online

Notícia

Mãe pede ajuda para encontrar filha que desapareceu em Cariacica

Juliana Araújo Amorim, de 14 anos, foi vista pela última vez no dia 11 de julho no bairro São Conrado, em Cariacica

Juliana Araújo Amorim desapareceu no dia 9 de julho em São Conrado, Cariacica
Foto: Arquivo Pessoal

A autônoma Tinelle Araujo dos Santos está a procura de notícias da filha Juliana Araújo Amorim, de 14 anos, que desapareceu no dia 9 de julho no bairro São Conrado, em Cariacica.

Na ocasião, a mãe da adolescente contou a reportagem do Gazeta Online que elas e o avô esperavam um ônibus para retornar para a casa quando, em um momento de distração, Juliana fugiu.

Tinelle informou ainda que a filha está em uma fase conturbada, querendo frequentar baladas, fazer tatuagens e utilizar piercings, coisas que ela não permite. Devido a isso, conflitos entre as duas surgiram desde quando a menina tinha 12 anos, idade da primeira fuga.

A adolescente foi vista pela última vez na residência de uma tia, no dia 11 de julho, no bairro São Conrado, em Cariacica. A mulher, que não teve a identidade revelada, ligou para Tinelli informando que Juliana estava lá. Por telefone, mãe e filha conversaram e a garota declarou não ter intenção de retornar para a casa e exigiu os documentos pessoais.

> Servente de obras desaparece no interior de Cachoeiro

Quem tiver alguma informação que ajude a família a encontrar a adolescente, ligue para (27) 98896-5346.

No ad for you