Gazeta Online

Notícia

É verdade que praias do Espírito Santo estão infestadas de cobras?

O alerta de que nova espécie de cobra estaria tirando a paz dos banhistas na Grande Vitória viralizou; internautas compartilharam material sem ao menos saber se a mensagem era falsa ou verdadeira

Vídeo mostra cobra venenosa que se esconde sob a areia que estaria aparecendo em praias da Grande Vitória
Foto: Reprodução

Desde o início da semana, um vídeo viralizou nas redes sociais e em grupos de mensagens dizendo que as praias de Vitória, Vila Velha, Serra e Guarapari estavam cheias de cobras venenosas que se escondiam na areia. 

A mensagem, que chegava acompanhada de vídeo, diz: "Alerta geral! Uma nova espécie de cobra está tirando a paz dos banhistas na Grande Vitória, nas praias de Itaparica, Itapoã, Ponta da Fruta, Praia da Costa, Guarapari, Camburi, Curva da Jurema, Jacaraípe, Nova Almeida, onde foi encontrado o maior número da espécie, pois se trata de uma espécie muito venenosa, muito cuidado ao trafegar na areia, ela ataca com muita facilidade".

> Veja outras publicações da seção "Passando a Limpo"

As prefeituras de todas as cidades citadas na mensagem foram acionadas pelo Gazeta Online , e todas confirmam: não é verdade! A Prefeitura de Vitória (PMV), por exemplo, ressalta que devido à alta salinidade das areias das praias de Vitória seria impossível uma cobra dessas sobreviver nesse ambiente.

A PMV destaca ainda que usa um equipamento especial, chamado de "tatuí", próprio para os micro-organismos das areias, que são remexidas e reviradas por este equipamento, que funciona como se fosse uma peneira. De acordo com a prefeitura, biólogos foram consultados e acredita-se que essa espécie de cobra só seja encontrada em desertos ou terrenos semiáridos.

Já a Prefeitura de Vila Velha (PMVV), após avaliar o vídeo, informa que esta espécie de cobra não é encontrada com frequência na região Sudeste, mas sim no Nordeste do Brasil. Até o momento, o órgão não contabiliza nenhuma reclamação ou chamado a respeito de cobra nas praias da cidade.

Procurada, a Prefeitura de Guarapari (PMG) destaca que não registrou nenhuma denúncia ou ocorrência dessa natureza. O órgão aponta ainda que o vídeo que circula trata-se de uma postagem realizada em um perfil de um criador de cobras de outro país, e que o animal é uma espécia do desertos do Norte da África.

A Prefeitura da Serra (PMS) também revela que não houve denúncia a respeito de cobras venenosas nas praias da cidade. O órgão frisa que caso algum morador queira fazer algum registro que dê conta de animais em praias, por exemplo, a prefeitura pode ser acionada por meio dos telefones (27)99951-2321 ou 0800 283 9780.

O QUE SERIA O POST ORIGINAL E REAL

 

 

O VÍDEO DA LOROTA VIRTUAL QUE VIRALIZOU

 

 

PARTICIPE!

Você tem dúvidas sobre algum assunto que circula na web? Envie sugestões para online@redegazeta.com.br

No ad for you
Outbrain