Gazeta Online

Notícia

Conab prevê safra de 228,33 mi de toneladas, segunda maior da história

Previsão é o último levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento; IBGE prevê queda de 6,2% em comparação com o ano passado

Colheita de soja
Foto: Reprodução/Pixabay

A produção brasileira de grãos deve encerrar o ciclo 2017/2018 com um total de 228,33 milhões de toneladas, a segunda maior da história do País, representando queda de 3,9% (menos 9,4 milhões de t) em comparação com o período anterior, quando atingiu recorde de 237,67 milhões de t.

Isso é o que mostra o 12º e último levantamento sobre a safra 2017/18 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) , divulgado nesta terça-feira, 11. O resultado também é 0,1% menor (234 mil t a menos) ante o levantamento anterior, de agosto, quando a Conab estimou a safra 2017/18 em 228,57 milhões de t.

A área manteve-se próxima à estabilidade, com ligeira alta de 1,4% (mais 859,8 mil hectares), passando de 60,9 milhões de hectares para recorde de 61,7 milhões de hectares. Segundo a Conab, a área só não foi maior porque houve redução na área de milho primeira e segunda safras. Em relação à safra anterior, a área de milho primeira safra reduziu de 5,48 milhões para 5,08 milhões de hectares e a área de segunda safra reduziu de 12,10 milhões para 11,56 milhões de hectares em razão, principalmente, da expectativa futura de mercado.

A soja continua como importante destaque entre as culturas analisadas, apresentando crescimento de área e produtividade. A oleaginosa registrou produção recorde, atingindo colheita de 119,28 milhões de toneladas, aumento de 4,6% em comparação com a safra anterior (118,99 milhões de t).

Safra de 2018 terá queda de 6,2%, aponta IBGE

A safra agrícola de 2018 deve totalizar 225,8 milhões de toneladas, uma queda de 6,2% em relação à produção de 2017, o equivalente a 14,8 milhões de toneladas a menos. Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de agosto, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) .

O resultado é 1,0 milhão de toneladas menor que o estimado pelo levantamento de julho, um recuo de 0,4%. Em 2017, a safra somou 240,6 milhões de toneladas.

No ad for you