Gazeta Online

Notícia

"Na Piedade, a única proteção que a gente tem é Deus", diz morador

Famílias abandonam o Morro da Piedade por conta da guerra do tráfico, e leitores criticam declaração do comandante da PM sobre o "livre-arbítrio" dos que deixaram suas casas

Moradores deixam o Morro da Piedade
Foto: Carlos Alberto Silva | GZ

A briga entre traficantes no Morro da Piedade, que levou à morte de Walace de Jesus Santana no domingo (10) e fez com que famílias abandonassem suas casas durante esta segunda-feira (11), teve grande repercussão entre os leitores do Gazeta Online. A declaração do comandante da PM, coronel Alexandre Ramalho , de que os moradores saíram por livre-arbítrio foi bastante criticada. Confira alguns comentários:

 

 

Antigamente, o Morro da Piedade era lugar bom de se morar, não existia guerra. Agora todos os dias tem tiroteio. A única proteção que a gente tem é Deus, para que nada de ruim aconteça na volta para casa. Este fim de semana foi de medo, deram mais de 100 tiros. Diversos moradores das antigas saindo do morro por medo. É lamentável.

Rafael Lewandowski

O Estado e a prefeitura abandonaram os morros de Vitória, não temos projetos sociais voltados para nossas crianças. Mais um jovem morto e vai para as estatísticas de homicídios, que não param de crescer na região do centro de Vitória.

Grasiano Vasconcellos

Por mais que a polícia combata esses bandidos, a situação piora cada vez mais. Nós, cidadãos, temos que exigir que os políticos façam leis mais severas para combater os criminosos. Temos que pressionar esses políticos que só vivem atrás de quatro paredes, sem fazer nada, ganhando seus altos salários, enquanto as pessoas de bem ficam à mercê da bandidagem, sendo roubadas, mortas. Chega de tanta impunidade.

Willians Sodré

Triste... Mas nada a ver atearem fogo na casa da família. Podem ter dado do bom e do melhor para o filho, mas eles não têm culpa de o infeliz ter escolhido entrar no mundo das drogas.

Léo Sanntos

Onde o Estado não se faz presente, a população de bem não tem livre-arbítrio.

Edson Pinheiro Junior

Livre-arbítrio? Colocam fogo na casa, apontam uma arma na cara, mandam sair etc.. Isso não é ter liberdade de decidir o que fazer. Parece que existe até metralhadora nas mãos... só Deus para dar proteção às famílias de bem que moram no meio do tráfico.

Maria Auxiliadora Quedevez

Agora estão lá 60 policiais, mas daqui a uma semana nem um fica. E quando passam por lá, passam de carro e nem olham. No Gurigica aconteceu o mesmo uns tempos atrás. A polícia ficou por lá com um carro e dois policiais, durante duas semanas, e onde estão agora? A gente quando fala, tem de saber o que está a dizer, porque fazer afirmações levianas é muito incorreto. As pessoas saem dos seus lares por insegurança. Entendeu?

Manuel Casaca

Que quem nasce no morro e conhece o crime como a palma da mão desde criança, através dos familiares, mal conhece o que é ter estrutura familiar, almoço, jantar, educação de qualidade... É uma realidade diferente. Infelizmente ele se vai, mas nas favelas nascem dez com a mesmas possibilidades que ele. Não adianta matar no intuito de eliminar o crime. Enquanto o moleque de favela não tiver acesso ao que todo cidadão deveria ter direito (saúde, saneamento básico, educação, alimentação adequada), vai continuar essa roda de criminalidade sem parar. A prevenção é a igualdade social. Enquanto não entendermos que somos parte do problema, o problema nunca vai acabar. Bandido bom é bandido morto para esse povo quando é pobre, preto e favelado. Porque branco e rico eles querem é para presidente.

Pamela Gomes

O problema nunca vai acabar. Em cada comunidade da Grande Vitória tem no mínimo uns vinte garotos na fila para o crime. Tem que investir pesado na educação de base, para a criança virar um cidadão. Isso para mudar o cenário para daqui a vinte anos, porque quem já está no crime agora dificilmente vai mudar. Isso não vai acabar aqui. Se continuar do jeito que está, num futuro próximo nós não vamos nem poder sair de casa, se aquele garotinho da comunidade não tiver educação e perspectiva de vida. O rico não tem culpa se pode dar uma escola de qualidade para o filho, mas nós temos culpa de não cobrarmos nosso políticos.

Marcio Gama

Estou pressentindo que , se continuar assim, o Espírito Santo pode virar um Rio de Janeiro.

Walker Botelho

E o governo deve achar que tá tudo sob controle...

Ronaldo Gama

No ad for you
Outbrain