Gazeta Online

Notícia

"A vida não tem preço", diz leitor sobre barreira na Terceira Ponte

Interdição da Terceira Ponte por oito horas para uma operação de resgate e anúncio de instalação de muro de segurança reacenderam debate sobre prevenção ao suicídio

Praça do Pedágio congestionada na noite de segunda-feira (10), por conta da interdição na Terceira Ponte
Foto: Daniela Carla

A interdição da Terceira durante oito horas na segunda-feira (10), para uma operação de resgate , impactou o trânsito da Grande Vitória e reacendeu debates em torno da prevenção ao suicídio, da instalação de uma barreira de proteção no local e dos projetos de mobilidade urbana.

ARTIGO | Terceira Ponte precisa receber proteção que impeça suicídio

Muitos leitores, na página oficial do Gazeta Online no Facebook, criticaram a falta de empatia das pessoas com a pessoa resgatada. "Infelizmente, as pessoas estão perdendo o senso de humanidade", comentou Fabrício Marques Concilher. 

Capitão: pessoas soltaram foguetes na direção de resgatado na ponte

Na manhã desta terça-feira (11), a Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp) anunciou a instalação de barreiras de proteção na Terceira Ponte . A expectativa é que o dispositivo de segurança seja implementado até o final do primeiro semestre de 2019. O modelo escolhido e os custos - R$ 15 milhões - dividiram opiniões dos internautas. 

Confira alguns comentários:

 

Saí do trabalho seis e meia e fiquei na ponte até ser liberada. Levei 4 faltas na faculdade, perdi conteúdo importante. Estava com fome e cansado. Mas quer saber? Valeu a pena! Uma vida vale mais do que tudo isso. (Willian Tressmann)

Na minha sala de aula só vi pessoas egoístas e sem noção do que falavam, criticando sem ao menos se colocar no lugar do outro. Ninguém sabe da dor de ninguém. Só sabe o tamanho da dor quem perdeu alguém dessa forma. ( Lucineia Stein)

Tem que interditar, sim, porque alguns sem compaixão passam de carro gritando e acabam atrapalhando as negociações e fazendo com que a vítima venha a cometer o suicídio. A vida sempre será prioridade! Um ano atrás passei quatro dias e quatro noites em um hospital com uma pessoa que, graças a Deus, a equipe conseguiu convencer a não se jogar. Hoje vejo o quanto é importante a companhia dele junto de nós! Quando amamos não vemos dificuldades, a vida não tem preço. (Cristina Bourguignon)

 

Se o povo fosse educado e tivesse empatia, poderia ir liberando os carros aos poucos. Mas sempre tem um sem noção que atrapalha todo o trabalho do resgate.   (Andressa Ribeiro Chagas)

 

Infelizmente, as pessoas estão perdendo o senso de humanidade. Estão mais preocupadas em não chegar atrasadas em seus compromissos do que com a vida humana. Hoje, o problema na ponte é com um desconhecido, amanhã pode ser com um parente, amigo ou conhecido. (Fabrício Marques Concilher)

 

Fico feliz que a vida foi salva, isso é o mais importante. Agora só acho que tanto as prefeituras de Vitória e Vila velha quanto o governo do Estado poderiam colocar em pauta essa questão da Terceira Ponte e também das barcas, porque o trânsito da Grande Vitória está um caos. (Luciano Alves Loureiro)

 

O que aconteceu na segunda-feira não é de responsabilidade única da operadora da ponte, mas de cada um que elegeu candidatos que prometeram desafogar o trânsito caótico da Grande Vitória com projetos como Quarta Ponte, túnel subaquático, balsas, metrô de superfície, BRT, ciclovias e outras necessidades urgentes de dez anos atrás. Enquanto eles usam helicóptero, o contribuinte sofre com um sistema de transporte estacionado no tempo. (Luciana Oliveira)

 

Uma vida não tem preço. Tem, sim, que fazer uma proteção para evitar que vidas se percam num momento de desespero. (Edna Vieira)

 

Mais atendimento médico, psiquiátrico e psicológico para a população já começaria a ajudar. Como tratar uma doença enorme apenas com alambrados? (Cibelle Cesconetto)

No ad for you