Notícia

Afinal, ver tv de perto faz mal para os olhos?

Oftalmologista esclarece distância ideal e derruba alguns mitos

É difícil achar alguém que não ouviu a seguinte recomendação: "não assista TV perto do aparelho porque faz mal para os olhos". Mas será que essa orientação faz sentido? Na década de 1960, realmente existiam televisores que emitiam radiação prejudicial aos olhos. Hoje, os oftalmologistas garantem: essa afirmação é mito.

É mínimo o risco de lesão nos olhos por assistir televisão a curta distância, explica o oftalmologista Laurentino Biccas Neto. Tudo graças aos avanços tecnológicos e os níveis de controle da indústria de eletrônicos.

"Hoje, todos os displays dos equipamentos eletrônicos e as telas de TV têm regulamentação rígida, que torna esses aparelhos seguros para serem vistos a qualquer distância. Do ponto de vista médico, mesmo se alguém visse encostado na tela, não haveria risco de lesão nos olhos", afirma o médico.

Mas a proximidade da TV pode, sim, irritar e até ressecar os olhos. “Um exemplo clássico é a vista cansada. Quando a gente assiste na televisão um filme, programa ou série muito interessantes, a tendência é que a gente pisque menos”, diz o oftalmologista.

"É algo que não percebemos, mas que deixa o olho exposto por muito mais tempo. Por isso, a principal recomendação para quem vê televisão é descansar os olhos a cada duas horas, saindo da frente do aparelho por alguns minutos. E em casos de irritação ou ressecamento, o uso de colírio pode ajudar", completa.

Aqui cabe um lerta aos pais: a necessidade de se aproximar mais da televisão pode ser uma resposta a uma miopia, que causa dificuldade de enxergar de determinadas distâncias.

Yuri Moraski vê TV de perto todos os dias. “Não tenho problema de visão, mas um colírio ajuda bastante a descansar os olhos”, diz
Yuri Moraski vê TV de perto todos os dias. “Não tenho problema de visão, mas um colírio ajuda bastante a descansar os olhos”, diz
Foto: Marcelo Prest

Escurinho

O youtuber Yuri Moraski, 22, trabalha o dia inteiro de frente para o computador. À noite, quando chega em casa, há sempre um filme para colocar em dia. E fica em dúvida: é mais saudável para os olhos assistir TV com a luz acesa ou apagada?

"Às vezes sinto um pouco de ressecamento nos olhos, mas não muito. Não acho que seja um problema. Mas já fui ao médico e pingo colírio quando percebo o ressecamento. E não tem jeito, eu prefiro ver TV com a luz apagada, principalmente porque as lâmpadas de casa refletem no aparelho", afirma.

O oftalmologista diz que Yuri não precisa se preocupar. Assistir TV no escuro não "força os olhos". "É outro mito. Tanto que a luz fica apagada no cinema, para que o espectador não perca todos os contrastes presentes no filme. O que se recomenda é ter um mínimo de iluminação, para ter outros pontos para onde olhar. Isso ajuda a descansar a visão", orienta.

Conforto

Como o risco de doenças nos olhos e até cegueira estão descartados, é importante manter o foco no conforto na hora de assistir a novela favorita ou entrar em uma maratona de séries no final de semana.

"A principal dica é evitar a vista cansada. Quando a gente está diante da televisão e começa a sentir cansaço, dor de cabeça, dor nas costas ou tontura, é sinal de que algo está errado. Ou você piscou pouco, ou a sua posição não é boa", explica Biccas neto.

Aqui, sim, entra em cena a importância da distância entre expectador e aparelho: a melhor forma de corrigir o mau posicionamento está no resultado dessa conta. "Há várias calculadoras de distância disponíveis na internet, que são bem eficientes", garante o oftalmologista.

Para evitar o desconforto visual, a TV deve estar longe o bastante do expectador para que a troca rápida de imagens não faça os olhos “dançarem” para os cantos da tela. "A distância correta costuma ser duas ou três vezes maior que a largura da própria televisão. E a determinação dessa distância é fundamental para evitar enxaquecas e irritações", explica Biccas Neto.

Distâncias

Recomendação

Confira abaixo as distâncias ideais entre a TV e o sofá, baseadas no tamanho do aparelho. Manter uma distância média ajuda a evitar cansaço e desconforto visual.

32 polegadas

1,8m de distância

42 polegadas

2,4m de distância

50 polegadas

2,8m de distância

60 polegadas

3,4m de distância

71 polegadas

3,8m de distância

Ver comentários