Notícia

Bem longe do allah-la-ô para eles, o ritmo do carnaval é outro

Ir a um retiro religioso ou ver série de TV? Opção não falta

Advogado Danilo Ribeiro
Advogado Danilo Ribeiro
Foto: Marcelo Prest | GZ

O advogado Danilo Ribeiro, 31 anos, já tem programa para o feriadão de carnaval. Nada de fantasia, plumas, trio elétrico ou bloco de rua. Ele vai passar os dias com a cara nos livros mesmo. “Até gosto de carnaval. Mas por necessidade vou focar nos estudos”, conta ele, que está escrevendo a dissertação do mestrado.

Não só o Danilo, mas muita gente está em outro ritmo por esses dias, e bem longe do allah-la-ô. Se você também está pensando em um plano B para a época de folia, listamos algumas opções para te ajudar.

Se você pretende ficar de molho e com as pernas para o ar, uma boa escolha pode ser reunir os amigos para uma maratona de séries de TV.

Agora, se você se arrepia (no mau sentido) só de imaginar o bloco de rua passando na porta da sua casa, o melhor pode ser encarar o “bloco dos incomodados” e se mudar de mala e cuia neste feriado. Que tal um passeio na região serrana, local de tranquilidade, onde o ziriguidum dá lugar ao canto de passarinhos?

Uma pousada famosa na região de Pedra Azul, por exemplo, planeja receber os hóspedes com uma programação de jazz. “Recebemos muita gente que não está nada a fim desse agito do carnaval. Muitas pessoas vêm de longe para conhecer a região nessa época e curtir o clima agradável, sem o calorzão do verão”, conta a proprietária da pousada, Lilia Mello.

Entre os bichos

Ainda nas montanhas, longe do baticum carnavalesco, mas não tão quieto está o zoológico. “Estaremos abertos durante todo o feriado. No carnaval passado, tivemos um ótimo movimento, sem lotação. É uma opção para quem quer curtir a natureza, sem o agito das grandes cidades”, conta uma das administradoras do Zoo Park de Marechal Floriano, Rosângela Vieira.

Há quem vá aproveitar o feriadão para reforçar a espiritualidade. Em vez de samba, oração, meditação. Prova disso é o número recorde de inscritos no retiro do Mosteiro Zen-Budista, em Ibiraçu, que começou na sexta-feira e vai até terça.

“Nossos retiros de carnaval são sempre muito procurados. Este ano, temos um grupo de quase 100 pessoas, gente de todo o Brasil. E aqui não é só meditação. Todas as atividades programadas são voltadas para o ‘mindfulness’. Até para comer tem um rito para desenvolver a mente de plena atenção”, diz o abade do mosteiro, Daiju Bitti.

Entrada do Mosteiro Zen-Budista, em Ibiraçu
Entrada do Mosteiro Zen-Budista, em Ibiraçu
Foto: Marcelo Moryan

Pelo quinto carnaval consecutivo, a geógrafa Mayara Moraes Modolo, de 27 anos, vai trocar a purpurina e a serpentina pela oração. Ela e outros milhares de jovens terão como destino o Vinde e Vede, já consagrado retiro católico que acontece sempre nesse período.

“Claro que é um evento com muitos momentos de oração, de introspecção. Mas a programação é variada e divertida também. Tem shows, teatro stand up... É uma oportunidade para rever amigos e fazer novas amizades”, comenta a jovem, que é uma das organizadoras do evento.

Danilo, o estudioso, confessa que não vai ficar tão alheio à folia. “Vou pelo menos assistir aos desfiles das escolas de samba pela televisão”, afirma.

Outra Folia

Bloco dos maratonistas de séries: Aproveite o feriadão para virar as noites vendo séries de TV.

Bloco do sossego: Que tal visitar aquele parente no interior? Ou sem sabe passear pelas montanhas no Estado? Tem pousadas, restaurantes, zoológico. Só escolher! É a garantia de tranquilidade.

Bloco da fé: Igrejas e outras comunidades promovem retiros religiosos nesta época. Como o evento católico Vinde e Vede (até 13 de fevereiro).

Bloco dos estudiosos: Vai prestar algum concurso este ano ou está fazendo uma pós-graduação? Coloque a leitura e os estudos em dia.

Ver comentários