Notícia

Anvisa recolhe 200 lotes de remédios para pressão alta; confira lista

Medicamentos para hipertensão estão sob suspeita de contaminação por 'impurezas' com potencial de causar câncer; saiba o que fazer se você usa os remédios

Capsulas de remédios, comprimidos
Capsulas de remédios, comprimidos
Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou o recolhimento de cerca de 200 lotes de medicamentos para o tratamento de hipertensão arterial (pressão alta). Segundo a agência, os medicamentos recolhidos são os remédios que possuem os princípios ativos do tipo “sartanas”, como a losartana, valsartana e irbesartana.

A medida foi adotada após a Anvisa detectar impurezas, chamadas de nitrosaminas, no princípio ativo “sartana”, que é um dos ingredientes utilizados na fabricação de medicamentos para o tratamento de pressão alta.

Segundo a Anvisa, o recolhimento atinge lotes específicos de medicamentos, estratégia adotada em diversos países para os mesmos produtos.

No Brasil, além do recolhimento de lotes de medicamentos, as ações da agência incluem a suspensão da fabricação, importação, distribuição, comercialização e uso dos insumos farmacêuticos ativos com suspeita de contaminação. No total, foram efetuadas 14 suspensões de três insumos (losartana, valsartana e irbesartana) de dez fabricantes internacionais.

Também foi determinada a fiscalização de todas as empresas fabricantes de medicamentos contendo “sartanas” disponíveis no mercado brasileiro. Até o momento, foram avaliadas 29 empresas e 111 medicamentos comercializados em 2018.

USA O REMÉDIO?

A agência orienta que o tratamento de hipertensão não seja interrompido até que se faça a troca por outro medicamento. Isso porque a interrupção pode causar prejuízos imediatos, como risco de morte por derrame, ataques cardíacos e insuficiência renal.

A Anvisa informa que existem diversas alternativas medicamentosas para terapias de pressão alta e, por isso, não há risco de desabastecimento ou falta de medicamentos. A troca da medicação deve ser feita mediante orientação de um médico ou de um farmacêutico.

10/05/2019 - Lotes de Losartana e outros medicamentos para pressão alta foram recolhidos pela Anvisa por conter "impurezas" que causa câncer
10/05/2019 - Lotes de Losartana e outros medicamentos para pressão alta foram recolhidos pela Anvisa por conter "impurezas" que causa câncer
Foto: Reprodução/TV Globo

RISCO DE CÂNCER

 

 

De açodo com a Anvisa, autoridades europeias calcularam que o risco de câncer associado ao consumo contínuo de nitrosaminas é de 0,00017%, ou um caso para cada grupo de 6.000 pessoas. Portanto, o risco é muito baixo e está associado ao consumo diário e contínuo, em altas doses e durante cinco anos seguidos.

A Anvisa esclarece que o consumo desses medicamentos não oferece risco imediato para as pessoas que deles fazem uso, e que eles são eficazes para o tratamento de pressão alta, mas recomenda que sejam trocados por outro de igual valor terapêutico.

CONFIRA A LISTA DE REMÉDIOS 

Torlos H (Torrent)

Princípio ativo: Losartana e Hidroclorotiazida.

Dosagens: de 50mg/12,5mg.

Lotes recolhidos: BCA3D001, BCA3D002, BCA3D003, BCA3E002, BCA3E003, BCA3E004, BCA3E005, CE32C014 e CE32D004

Torlós (Torrent)

Princípio ativo: Losartana

Dosagens: 25mg e 50mg.

Lotes recolhidos: C502C002, C502D005, C502D006, C502D007, C502D008, C502D009, C502E003, C502E004, C502E005, C502E006, C502E007, CE32C003, CE32C004, CE32C005, CE32C014, CE32C015, CE32C016, CE32C017, CE32C023, CE32C024, CE32C025, CE32C026, CE32C027, CE32C028, CE32D004, CE32D005, CE32D007, CE32D008, CE32D009, CE32D010, CE32D011, CE32D012, CE32D013, CE32D014, CE32D015, CE32D016, CE32D017, CE32D018, CE32D019, CE32E001, CE32E002, CE32E003, CE32E004, CE32E005, CE32E008 e CE32E009.

Valsartana genérico (Medley)

Princípio ativo: Valsartana.

Dosagens: 80mg, 160mg, 320mg.

Lotes recolhidos: 733658, 837417, 733655, 757334, 837840, 828879, 782196, 840443, 838275, 825364, 733664, 793873, 835644, 835151, 733662, 782199, 831843, 839254, 840673, 733660, 773057, 793872, 827251, 837572 e 837574.

Valsartana genérico (EMS)

Princípio ativo: Valsartana.

Dosagens: 80mg, 160mg, 320mg.

Lotes recolhidos: 0P1483, 0Q4432, 0R5429, 0Q4435, 0Q4436, 0Q4437, 0Q4438, 0R1000, 0R5948, 0R5950, 0J5245, 0K1133, 0M8461, 0N4738, 0N4739, 0P1493, 091494, 0P8392, 0R5440, 0R5441, 0R5443, 0S4126, 0R5439, 0S4125, 0S6816, 0S6817, 0S6818 e 0M8452.

Valsartana genérico (Germed)

Princípio ativo: Valsartana.

Dosagens: 80mg e 160mg.

Lotes recolhidos: 0P1758, 0Q4544, 0P1780, 0Q4550, 0Q4551, 0R0999, 0R3585, 0R6329, 0K1369, 0L2550, 0P1782, 0P1784, 0R6332, 0R6333, 0R6334, 0S4128, 0Q4627 e 0R6030.

Valsartana genérico (Legrand)

Princípio ativo: Valsartana.

Dosagens: 80mg, 160mg e 320mg.

Lotes recolhidos: 0P7264, 0Q4603, 0R6225, 0Q4608 e 0R6235

BRASART (EMS Sigma Pharma)

Princípio ativo: Valsartana.

Dosagens: 80mg, 160mg e 320mg.

Lotes recolhidos: 0P2051, 0Q4750, 0Q4803, 0P2053, 0P8484, 0Q4751, 0S7414, 0M2611, 0M6269, 0M9209, 0O0607, 0R3122 e 0S4124.

BRASART BCC (EMS)

Princípio ativo: Valsartana e Besilato de Anlodipino

Dosagens: 160mg/5mg, 320mg/5mg, 320mg/10mg e 320mg/ 5mg

Lotes recolhidos: 0Q4806, 0Q4796, 0R5752, 0S5558, 0K1849, 0M9215, 0M7466, 0L8510, 0N9443, 0Q5026 e 0L6399

BRASART HCT (EMS)

Princípio ativo: Valsartana e Hidroclorotiazida

Dosagens: 160mg/25mg, 160mg/12,5mg, 320mg/12,5mg e 320mg/25mg

Lotes recolhidos: 0Q4761, 0K1902, 0M9186, 0M9187, 0R5663, 0Q4804, 0R9971, 0P7277, 0J5127, 0L2969, 0L5276, 0M9208, 0N5025, 0O0572, 0P2093, 0Q4784, 0R3634, 0K1905, 0N5020, 0N5021, 0P2073, 0P2074, 0Q4760, 0Q4758, 0Q4759