Notícia

10 manias que podem acabar com sua saúde

Coçar os olhos, pular refeição... Veja os hábitos mais nocivos

Jonas ficou com o olho irritado de tanto coçar
Jonas ficou com o olho irritado de tanto coçar
Foto: Carlos Alberto Silva

De um dia para o outro, o olho começou a coçar. Quanto mais ele esfregava com a mão, mais o incômodo piorava. “Meu olho foi ficando irritado, vermelho. Nem a luz eu suportava mais. Fui ao médico, que disse que o problema era por causa do atrito mesmo, de tanto coçar”, conta o personal trainer Jonas Klein Ferreira, de 26 anos.

Coçar os olhos é um daqueles hábitos corriqueiros que parecem inofensivos, mas que podem trazer consequências para a saúde. Por exemplo, já segurou um espirro? E costuma usar cotonete para limpar os ouvidos?

São várias as manias que podem prejudicar nossa saúde, como aconteceu com o Jonas. “Trabalhos novos já comprovaram algo sobre o qual tínhamos suspeitas: que o ato de coçar olho com frequência aumenta chance de causar uma deformidade na córnea. É a ceratocone, um problema que, quando se instala, é irreversível. O tratamento vai desde o uso de óculos até, nos casos mais graves, o transplante de córnea”, explica o cirurgião-oftalmológico Cesar Ronaldo Filho.

E as complicações não param por aí. “Algumas pessoas coçam apertando muito o globo ocular, o que pode favorecer o descolamento de retina em quem tem já uma predisposição. Sem falar que, ao coçar você pode causar uma irritação na conjuntiva, que é uma mucosa que protege o olho. Isso pode gerar a chamada conjuntivite”, observa o médico.

E tem gente que gosta de “caprichar” na limpeza do ouvido, ignorando que esse costume é, na verdade, extremamente perigoso. “As pessoas têm que abolir o uso do cotonete. Ainda tem quem use tampa de caneta, grampo de cabelo! Cera não é sujeira, é proteção. Querer limpar demais dentro do ouvido pode machucá-lo, causar uma infecção”, alerta a otorrinolaringologista Christiane Saliba Helmer.

LIMPEZA

A limpeza, segundo ela, deve ser feita somente na parte externa do ouvido e atrás da orelha. “Algumas pessoas produzem mais cera, a ponto de atrapalhar na audição. O ideal é procurar um otorrinolaringologista para fazer a limpeza da forma certa, com segurança.”

Quer saber de outro hábito muito comum? Prender o xixi. Quem nunca precisou adiar a ida ao banheiro? O problema é tornar isso frequente. “A principal consequência disso é a infecção urinária. Principalmente em mulheres, por uma questão de anatomia mesmo. A mulher tem uma uretra mais curta e, portanto, mais propícia a infecção. O xixi faz meio que uma limpeza no canal urinário”, explica a ginecologista Lorena Baldotto.

Escovar os dentes é algo simples que sabemos desde criança. Mas tem muito adulto errando na técnica. “Muita gente escova os dentes de forma insuficiente para a limpeza completa. E grande parte escova com uma força exagerada”, diz o dentista Humberto Ramos, especialista em periodontia.

Usar força demais na escovação pode trazer danos sérios aos dentes. “Não se deve colocar muito peso nas mãos. A força deve ser suficiente para que as cerdas limpem, o que não é muita força. Muita escovação pode desgastar a parte dos dentes próxima à gengiva, alem de machucar as gengivas e causar recessão gengival”, complementa o dentista.

Outra mania com a mesma consequência: roer unhas. “O hábito pode levar a dores articulares, além de reduzir o tamanho dos dentes por meio de um desgaste precoce, dando também prejuízo estéticos e aparência de envelhecimento.”

O QUE EVITAR

COÇAR OS OLHOS

Não se deve jamais coçar os olhos. Se alguma coisa está incomodando, uma coisa a se fazer é pingar água filtrada gelada, que pode ajudar a reduzir a irritação. Se persistir, procure um oftalmologista para saber a causa disso. Esfregar o olho pode causar desde conjuntivites e danos sérios às córnea.

ABUSAR DA LIMPEZA NO OUVIDO

Tem mania de usar cotonete e até tampa de caneta para cutucar o ouvido? Você corre risco de eliminar a cera que, na verdade, está protegendo naturalmente o órgão. Limpe somente na parte externa ou você ainda pode causar problemas no aparelho auditivo.

SEGURAR O XIXI

É um hábito mais comum em mulheres, até por questões da própria anatomia feminina. O problema é que isso pode causar infecção urinária, pois é o xixi que ajuda a limpar o canal da urina, explica a ginecologista Lorena Baldotto.

COMER MUITO RÁPIDO

Segundo o médico Wesley Schunk, quando a pessoa come rápido e mastiga pouco, ela sente ainda mais vontade de comer porque o cérebro não tem tempo de perceber que já está satisfeito. Partir o alimento em pedaços menores e comer devagar ajuda a aumentar a saciedade.

SEGURAR O ESPIRRO

O espirro é tão forte que, ao prendê-lo, você pode empurrar a secreção para os ouvidos, causando uma infecção, como uma otite 

ROER AS UNHAS

O hábito pode levar a dores articulares, além de reduzir o tamanho dos dentes por meio de um desgaste precoce.

COÇAR A PICADA DO PERNILONGO 

Levou uma picada de mosquito? Melhor segurar a vontade de coçar, pois isso pode gerar feridas que podem infeccionar facilmente. Se não tiver jeito, coce com a palma da mão ou coloque uma pedrinha de gelo no local.

ESCOVAR OS DENTES DE FORMA ERRADA

Repare na sua escova de dentes? Exagerar na força na hora de escovar pode gerar desgaste nos dentes e machucar a gengiva.

DORMIR POUCO

Dormir pouco está relacionado a uma série de consequências. Para começar, você pode ficar sonolento o dia inteiro, sem concentração, irritado, mau humorado. Se for algo constante, pode causar distúrbios mais graves.

PULAR A REFEIÇÃO

Não é preciso comer de três em três horas. Mas ficar muito tempo sem comer pode gerar incômodos como malestar, tontura, irritação, dor de cabeça, mau hálito... Além de você correr o risco de exagerar na comilança depois.

Ver comentários