Notícia

Atividade física contribui para bom funcionamento do fígado

O comentarista Roque Luz fala sobre a importância e o impacto da prática de atividade física para o desempenho do fígado. Segundo ele, tanto atividades de força quanto as cardiorespiratórias contribuem para a atividade hepática

Uma pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com as Universidade de Harvard e do Colégio de Farmácia e Ciências da Saúde de Massachusetts, nos Estados Unidos, constatou que treinos moderados de força podem contribuir para o bom funcionamento do fígado, com a diminuição do acúmulo de gordura no órgão e a melhora do controle da glicose no organismo.

Por isso, nesta quarta-feira, Roque Luz fala sobre as funções do fígado, desmistificando algumas questões. Além disso, o comentarista também fala sobre a importância e o impacto da prática de atividade física para o desempenho do fígado. Segundo ele, tanto atividades de força quanto as cardiorespiratórias contribuem para a atividade hepática.

 

 

Ver comentários