Notícia

Quais são os segredos para manter um casamento por mais tempo?

A análise parte da estatística do IBGE de que no Espírito Santo diminuiu o tempo de duração do casamento

Casamento: qual o segredo de manter a união?
Casamento: qual o segredo de manter a união?
Foto: Pixabay

Para muitas pessoas subir ao altar e se casar pode ser um sonho. Mas com base em dados estatísticos pode-se afirmar que diminui o tempo que os capixabas estão ficando casados. Segundo as Estatísticas de Registro Civil 2018, do IBGE, divulgados nesta semana, o capixaba está se divorciando mais rápido: em média, após 13 anos. Em 2007, o tempo médio entre a data do casamento e a data da sentença ou escritura do divórcio, no Espírito Santo, era de 18 anos. Neste "CBN e a Família", a comentarista Adriana Muller propõe refletir: afinal, o que faz uma pessoa a se manter casada? Para ela, a capacidade de diálogo e de "ceder" de muitos casais encontra-se enfraquecida na atualidade. "Se a pessoa já entra numa relação querendo mudar a outra, e depois acha que o casamento tudo vai solucionar, já estamos a um passo de dar errado". Se identificou? Ouça a análise:

OUTRO DADO:

Já em 2018, a duração do casamento diminuiu para 13 anos, em média. Outra informação que chama a atenção é que a taxa de divórcio cresce mais do que a de casamentos no Estado. Em 2018, foram registrados 24.749 uniões civis, representando um aumento de 1,1% em relação a 2017. No mesmo período, foram concedidos 9.134 divórcios, número 2,6% superior ao total de divórcios em comparação a 2017.

Ver comentários