Notícia

Erick Musso cancela eleição antecipada para presidente da Assembleia

Presidente e grupo de deputados divulgou carta nesta quarta em que recuaram da votação que reelegeu o próprio Erick Musso para comandar a Casa a partir de 2021

Na Assembleia Legislativa: renúncia
Na Assembleia Legislativa: renúncia
Foto: Marcelo Prest

Após ser alvo de críticas e de ações na Justiça, o presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (Republicanos), desistiu da eleição antecipada da Mesa Diretora da Casa. Em uma "carta ao povo do Espírito Santo", divulgada nesta quarta-feira (4), o presidente, com a chancela de outros 21 deputados, diz que a eleição, realizada no último dia 27 definindo o comando da Casa a partir de 2021, - com um ano e quatro meses de antecedência - tem "comprovada legalidade". Mas, mesmo assim recuou, citando "estabilidade e harmonia entre os Poderes". O próprio Erick havia sido reeleito presidente.

Neste "CBN e a Política", o comentarista Vitor Vogas lembra que: o governador Renato Casagrande (PSB) foi contra a eleição antecipada; a OAB-ES ajuizou ação na Justiça Federal para anular a emenda constitucional aprovada pelos deputados em cima do lance para possibilitar o pleito fora de época; o deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania) também já havia acionado o Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) contra a eleição.

Ouça a análise:

Ver comentários