Notícia

Conheça mais sobre o câncer de mama em cães e gatos

O mês de outubro ganha repercussão com a campanha que leva a cor rosa e os pets também podem sofrer com a doença

Devemos ter atenção à saúde das cadelas e gatas
Devemos ter atenção à saúde das cadelas e gatas
Foto: Arquivo Pessoal

O mês de outubro é marcado pela cor rosa por fazer parte da campanha que tem o objetivo de conscientizar e alertar mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Neste "Clube Pet CBN", a comentarista Tatiana Sacchi lembra que deve-se ter atenção também com cadelas e gatas, sendo que o câncer de mama é o mais comum nesses animais, em especial na fase adulta. Ouça e entenda mais:

INFORMAÇÕES:

A Campanha do Outubro Rosa, tem por objetivo conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama em mulheres e o tema é tão importante que também se tornou a Campanha Outubro Rosa Pet para cadelas e gatas.

O câncer é uma alteração em que as células de um determinado tecido passam a se replicar de maneira desordenada e descontrolada dando origem a uma neoplasia. No caso do câncer de mama, trata-se da proliferação anormal do tecido mamário.

De todos os tipos de câncer, o de mama é, sem dúvida, o mais comum em cadelas e gatas, em especial as adultas, não castradas e também as que recebem injeções anticoncepcionais. Isso ocorre pelo estímulo constante dos hormônios sobre o tecido mamário. Em cadelas, 50 a 60% dos tumores mamários são malignos e em gatas esse número chega a 90%.

Além dos hormônios sexuais, o outro grande vilão é o uso indiscriminado de anticoncepcionais injetáveis, vendido nos balcões de loja como “vacina anti cio”. Por terem baixo custo e serem vendidos sem receita, são muito utilizados. Eles apresentam altas taxas de efeitos colaterais graves a médio e longo prazo, sendo os principais o câncer de mama e a infecção uterina conhecida como piometra.

É importante que todas as fêmeas acima de 6 anos sejam examinadas pelos seus tutores. Palpar todas as mamas durante o banho ou durante a interação com o animal é a melhor forma de perceber pequenos nódulos que podem estar crescendo nas mamas. Ao perceber um nódulo, por menor que seja, é essencial levar o animal para avaliação no veterinário o quanto antes e fazer o tratamento adequado.

O tratamento do câncer de mama é sempre cirúrgico, com possibilidade ou não de realização de quimioterapia e terapia de suporte. Quanto antes ele for diagnosticado e a cirurgias de mastectomia total (remoção de toda cadeia mamária) e castração forem feitas, maiores serão as chances de sucesso no tratamento, com aumento da sobrevida e sem complicações.

Em relação à prevenção, a castração é a melhor e mais eficiente forma de se evitar o desenvolvimento de câncer de mama, além de ser a melhor forma de evitar crias indesejadas.

Portanto, fique atento, pois nós somos sempre os responsáveis pela saúde dos nossos pets e prevenir é sempre o melhor remédio!

 

Ver comentários