Notícia

Entenda o que levou irmãos gêmeos a dividirem paternidade de criança

Ouça a análise do comentarista José Eduardo Coelho Dias

Um filho com dois pais biológicos? A situação aconteceu no interior de Goiás. Dois gêmeos univitelinos, ou seja, idênticos, tiveram seus nomes registrados como pais de uma menina de oito anos e ambos terão ainda que pagar pensão alimentícia e arcar com despesas médicas e odontológicas.

Segundo a decisão do Tribunal de Justiça de Goiás, os irmãos se negaram a dizer quem é o pai da criança e, como os exames de DNA não fazem distinção entre os códigos genéticos idênticos, o magistrado reconheceu a dupla paternidade biológica. Quem explica esta decisão é o comentarista José Eduardo Coelho Dias nesta edição do quadro Questões de Família!

Ver comentários