Notícia

Empréstimos e financiamentos são causas de endividamento das famílias, aponta CNC

É o que aponta a pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de 2016

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de 2016, apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostra que houve redução de 3,9% no percentual de famílias endividadas em relação a 2015. Entretanto, apesar do número positivo, as principais causas de endividamento das famílias brasileiros continuam a ser a aquisição de empréstimos e financiamentos.

Isso porque a parcela de famílias com contas ou dívidas em atraso alcançou 23,6%, 18,4% a mais do que o registrado em 2015. "O crédito esteve mais escasso em 2016 e observamos uma redução do potencial de compra da população, mas, ainda assim, ocorreu uma redução do endividamento das famílias", explicou a economista da CNC, Mariane Hanson, em entrevista à Rádio CBN Vitória.

A economista também explica que, em especial, na época de início de ano - com despesas com material escolar e o IPTU, por exemplo - é fundamental que a população se planeje financeiramente para não iniciar o ano já com novas dívidas.

Ver comentários