Notícia

Qualidade da água na bacia do rio Doce piora em dois anos

A análise é da Fundação SOS Mata Atlântica, que fez uma expedição entre os dias 11 e 20 de outubro deste ano

A qualidade da água de rios que compõem a bacia do rio Doce piorou dois anos após a maior tragédia ambiental do país, ocorrida com o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), em novembro de 2015. Isso segundo a expedição realizada pela fundação SOS Mata Atlântica, entre os dias 11 e 20 de outubro deste ano. A organização revela que a qualidade da água se encontra ruim ou péssima em 88,9% dos 18 pontos de coleta analisados e que apenas dois deles apresentam qualidade regular (11,1%). Malu Ribeiro, especialista em Água da Fundação SOS Mata Atlântica responsável pela expedição, é quem detalha os dados. Confira!

 

Ver comentários