Notícia

Aplicativo promete alertar mulheres sobre período fértil

Especialista destaca que há necessidade de um outro método contraceptivo para garantir eficácia

Um novo aplicativo que vem sendo utilizado por mulheres na Europa e nos Estados Unidos para substituir métodos contraceptivos tradicionais, como as pílulas e DIU hormonal, despertou a curiosidade aqui no Brasil. O aplicativo chamado "Natural Cycles" funciona assim: todos os dias, no mesmo horário, a mulher deve medir sua temperatura corporal com um termômetro que vem junto na compra. Os dados devem ser inseridos no aplicativo. Com essas informações, além da data da última menstruação e outros dados, o aplicativo calcula quais são os dias férteis da usuária, que recebe alertas verdes ou vermelhos relativos ao uso necessário ou não de um contraceptivo adicional.

Em entrevista à CBN Vitória, o presidente da Comissão de Anticoncepção da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), Rogério Bonassi, explica que esta proposta tecnológica se assemelha muito de métodos antigos como a tabelinha e o controle da temperatura corporal da mulher. No entanto, ressalta que o aplicativo não deve ser usado como única forma de controle da fertilidade, já que a eficácia não chega a 100%.

 

 

Em agosto, o Natural Cycles foi o primeiro aplicativo reconhecido como contraceptivo pelo órgão que regula os medicamentos nos Estados Unidos, a FDA (Food and Drug Administration), uma decisão que gerou controvérsia. Em 2017 o ministério da saúde alemão já havia emitido certificado similar. O fabricante estima que 900 mil mulheres utilizem esse método no mundo todo.

 

Ver comentários