Notícia

ANS detalha mudança no cálculo dos planos de saúde a partir deste ano

Segundo a agência, a metodologia passa a vigorar para o próximo reajuste, cujo período de aplicação será entre maio de 2019 e abril de 2020

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) estabeleceu o novo cálculo de reajuste dos planos de saúde individuais e familiares, baseado na variação dos custos das operadoras com assistência nos planos individuais. O novo Índice de Reajuste dos Planos Individuais (IRPI) se baseia na variação das despesas médicas das operadoras nos planos individuais e na inflação geral da economia, refletindo, segundo a ANS, “a realidade” do segmento.

O índice de reajuste anual dos planos de saúde individuais e familiares terá nova metodologia de cálculo a partir do ano que vem. A mudança foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 20 de dezembro.

Segundo a agência, a metodologia passa a vigorar para o próximo reajuste, cujo período de aplicação será entre maio de 2019 e abril de 2020. O reajuste é calculado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e só pode ser feito pelas operadoras a partir da data de aniversário de cada contrato.

Nesta edição do CBN Vitória o Diretor de Normas e Habilitação dos Produtos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Rogério Scarabel Barbosa, detalha o tema. Confira!

 

 

Ver comentários