Notícia

Estado quer servidor trabalhando enquanto tramita aposentadoria

A opção no entanto ficará a cargo do funcionário público, conforme proposta que tramita na Assembleia

Os servidores públicos estaduais que quiserem continuar trabalhando após ingressarem com pedido de aposentadoria e até a tramitação final do pedido, poderão solicitar a permanência nas suas atividades. De acordo com o secretário de Estado de Governo, Tyago Hoffmann, um projeto de lei  encaminhado à Assembleia Legislativa permitirá que ao invés de ser afastado imediatamente após solicitar a aposentadoria, o servidor estadual possa, se concordar, continuar trabalhando até que o benefício seja concedido pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado (IPAJM). Hoje, o funcionário público da esfera estadual, de qualquer Poder, é afastado automaticamente do cargo quando requer a aposentadoria.

Tyago Hoffmann também explicou que enquanto esse servidor espera a aprovação do pedido, o governo continua pagando seu salário de ativo e não pode contratar ou chamar aprovados em concursos para repor a vaga. O secretário reconhece no entanto que o tempo de espera, que pode chegar a um ano, precisa ser reduzido com o implemento de mais tecnologia. 

Ver comentários